PUBLICIDADE
Topo

Afinal, os preços na Black Friday são mais baixos mesmo?

Getty Images
Imagem: Getty Images

Felipe Germano

Colaboração para Tilt

29/11/2020 11h41

Sem tempo, irmão

  • Analisamos os preços dos produtos mais buscados na Black Friday nos últimos quatro anos para entender se eles realmente caem na data
  • Preços podem variam mais de 130%
  • As baixas não necessariamente acontecessem na data
  • A Black Friday, no entanto, tem alguns dos melhores preços do ano

Começou como duas palavrinhas em inglês que não significavam muita coisa, mas nos últimos anos "Black Friday" entrou no vocabulário dos brasileiros. Principalmente dos que gostam de uma oferta.

Tradicionalmente realizado na última sexta de novembro, o evento que importamos dos EUA promete um período promoções incomparáveis. Mas, será mesmo?

A pedido de Tilt, a Promobit, site que reúne promoções online, separou os preços dos 5 itens mais procurados da Black Friday, na plataforma deles, desde 2016.

Para uma visão mais geral, a data da promoção é o centro da pesquisa. O estudo vê dados referentes tanto aos seis meses anteriores à Black Friday, quanto ao semestre depois da data - para explicitar se os preços caem antes, depois, ou na tal sexta-feira.

Como a Promobit coleta apenas promoções, em meses que não houve ofertas, não há registros. O que significa que os valores são, maiores ou iguais os anteriores. Não só isso, mesmo as altas de preços são referentes à promoção - ou seja, naquele momento, os valores eram ainda maiores, quando não estavam em oferta.

Destrinchamos as principais descobertas no gráfico abaixo, para você entender se mandou bem nos achados da última sexta ou se é melhor cancelar a compra.