PUBLICIDADE
Topo

China, Bolsa Família e Bill Gates estrelam maiores boatos do coronavírus

Coronavírus é cercado de notícias falsas de todos os tipos nas redes sociais - XIE HUANCHI/AFP
Coronavírus é cercado de notícias falsas de todos os tipos nas redes sociais Imagem: XIE HUANCHI/AFP

Gabriel Francisco Ribeiro

De Tilt, em São Paulo

02/04/2020 15h05

Sem tempo, irmão

  • Plataforma Torabit analisou menções ao coronavírus nas redes sociais
  • Termo é cercado de compartilhamento de notícias falsas
  • Entre elas, estão várias sobre a origem do vírus e outras sobre supostas curas
  • Pesquisa elegeu as principais dentre vários temas como política e sociedade

A plataforma de monitoramento de redes sociais Torabit divulgou um estudo sobre a discussão envolvendo o coronavírus no ambiente digital que mostra quais são as principais notícias falsas compartilhadas pelos internautas. Entre as fake news, existem teorias envolvendo a China, golpes envolvendo auxílio do governo e até nomes de referência como Bill Gates.

Até o momento do relatório, eram 15,5 milhões de menções à nova doença analisadas pelo estudo. A Torabit diz que as menções ao coronavírus explodiram no mundo digital com a notícia de que o secretário da Comunicação do Planalto, Fabio Wajngarten, estava infectado, em 12 de março.

O estudo da Torabit mostra que os usuários têm compartilhado notícias sem juízo de valor sobre o coronavírus. Em meio a isso, tem crescido a quantidade de notícias falsas compartilhadas, no que pode ser chamado de "infodemia". A pesquisa separou as principais por categorias:

Política:

Países/xenofobia:

Saúde:

Economia:

Piada/Meme:

Sociedade:

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS