PUBLICIDADE
Topo

Zuckerberg e Gates ajudaram cientistas a sequenciar genoma do coronavírus

Mark Zuckerberg - Justin Sullivan/Getty Images/AFP
Mark Zuckerberg Imagem: Justin Sullivan/Getty Images/AFP

De Tilt, em São Paulo

04/03/2020 12h53

Mark Zuckerberg anunciou que sua organização filantrópica, a Chan Zuckerberg Initiative, ajudou pesquisadores no Camboja a sequenciar o genoma da COVID-19. O CEO do Facebook disse que a iniciativa anti-coronavírus foi empreendida em parceria com a Gates Foundation, de Bill Gates.

"O sequenciamento do genoma permite que se identifique as pessoas com o vírus muito mais facilmente", explicou ele em post no Facebook. "O time criou uma nova versão pública da ferramenta IDSeq, para que cientistas ao redor do mundo possam estudar o genoma completo".

A equipe do Camboja, é claro, não é a primeira a sequenciar o genoma da COVID-19. No Brasil, cientistas conseguiram fazer o mesmo em tempo recorde de 48 horas.

Na sua postagem, Zuckerberg ainda citou outras ações do Facebook na luta contra o coronavírus. Ele disse que cedeu espaço de propaganda gratuito para a Organização Mundial da Saúde (OMS), e que está combatendo posts com desinformação sobre a epidemia.