PUBLICIDADE
Topo

Terra era completamente coberta por água há 3 bilhões de anos, diz estudo

O mar das ilhas Siargao, nas Filipinas - iStock
O mar das ilhas Siargao, nas Filipinas Imagem: iStock

De Tilt, em São Paulo

04/03/2020 12h37

Sem tempo, irmão

  • Cientistas analisaram crosta oceânica muito antiga achada na Austrália
  • Presença do isótopo oxigênio-18 indica ausência de continentes no planeta
  • Descoberta pode "mudar a forma como entendemos a origem e evolução da vida na Terra"

Cientistas encontraram evidências de que a Terra já foi 100% coberta por oceanos. Em estudo publicado na revista "Nature Geoscience", os cientistas Boswell Wing e Benjamin Johnson revelaram suas conclusões após analisar assinaturas químicas de um pedaço muito antigo de crosta oceânica.

"Esta Terra antiga, sem nenhum continente, poderia ser chamada de 'water world' [em tradução livre, 'mundo de água']", escreveram, se referindo também ao filme "Waterworld: O Segredo das Águas" (1995), sobre um futuro distópico em que boa parte dos continentes submergiram.

"Esta descoberta pode mudar a forma como entendemos a origem e evolução da vida na Terra, assim como a possibilidade da existência de vida em outros planetas", refletiram ainda os autores do estudo.

Wing e Johnson se concentraram em um pedaço de crosta oceânica encontrado na Austrália, em um sítio arqueológico batizado de Panorama. Crucialmente, eles analisaram diferentes tipos de oxigênio encontrados no local.

A quantidade notável do isótopo oxigênio-18 na crosta oceânica indicaria que ela teria passado muito tempo submersa. "Sem continentes, o valor do oxigênio distinto poderia ser explicado", justificaram no relatório.