PUBLICIDADE
Topo

Não é mitologia, é grana! O que significa uma startup "unicórnio"?

Getty Images
Imagem: Getty Images

Luiza Vidal

Colaboração para Tilt

02/02/2020 04h00

Unicórnios são animais mitológicos fofos e engraçadinhos, mas, sabia que para o mundo das startups essa palavra tem um outro significado? O termo "startup unicórnio" se refere a essas empresas jovens e modernas que valem mais de US$ 1 bilhão.

O Brasil tem, atualmente, 11 unicórnios, de acordo com a Abstartups (Associação Brasileira de Startups). São eles: PagSeguro, Nubank, 99, Stone Pagamentos, iFood/Movile, Loggi, Gympass, QuintoAndar, Arco Educação, Ebanx e Loft.

O iFood, por exemplo, é uma empresa que funciona como um marketplace online de entrega de comidas. Já o Nubank oferece cartão de crédito sem tarifas e atendimento desburocratizado, totalmente via aplicativo.

Segundo a Abstartups, o país tem 12.773 startups em 602 cidades, sendo 46% na região Sudeste, 26% na região Sul, 15% no Nordeste, 8% no Centro-Oeste e 6% no Norte. O mercado de educação lidera a lista, com 7,15%, seguido de Finanças (4,27%) e Saúde e Bem-estar (3,78%).

Uma curiosidade é que as startups Gympass, iFood, 99 e Nubank tem, entre seus fundadores, alunos da Universidade de São Paulo (USP). No geral, os empresários se formaram nos cursos de Engenharia ou de Administração. Mas é claro que qualquer pessoa de qualquer área de estudo pode empreender.

Neste ano, a USP foi considerada universidade mais empreendedora do país, segundo a Confederação Brasileira de Empresas Juniores (Brasil Júnior). O ranking utilizou seis indicadores para identificar as boas práticas: cultura empreendedora, extensão, inovação, infraestrutura, internacionalização e capital financeiro. A universidade teve a maior pontuação em três deles: inovação, extensão e internacionalização.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS