Topo

Este novo celular Nokia custa lá fora o mesmo que uma calça jeans

Nokia 110, Nokia 800, Nokia 2720, Nokia 6.2, Nokia 7.2: os celulares para quem quer um baratinho - Divulgação/HMD Global
Nokia 110, Nokia 800, Nokia 2720, Nokia 6.2, Nokia 7.2: os celulares para quem quer um baratinho Imagem: Divulgação/HMD Global

Márcio Padrão

Do UOL, em São Paulo

07/09/2019 17h54

Sem tempo, irmão

  • Finlandesa HMD aproveitou a IFA para lançar cinco celulares --três são feature phones
  • Nokia 110 custa US$ 20, ou R$ 70 na cotação atual, sem taxas extras
  • Modelo traz Snake, rádio FM e MP3 player, mas sem apps, pouca memória e câmera ruim
  • Há ainda modelo "rústico", outro flip e dois smatphones com Android 9 e muitas câmeras

Temos muita saudade da Nokia, e mesmo que há uns dois anos a finlandesa HMD Global esteja tomando conta dessa marca clássica, o Brasil não oficialmente é um dos países contemplados com os celulares Nokia desta nova geração. Mas talvez você queira saber que, dentre os novos modelos da empresa anunciados nesta semana, um deles custará a bagatela de US$ 20, ou R$ 70 na cotação atual.

A HMD aproveitou a IFA, feira anual de tecnologia em Berlim que teve início nesta sexta (6), para mostrar cinco novos Nokias. Dois deles são smartphones Android, e outros três "feature phones", ou celulares baratinhos com teclado físico, em bom português.

O mais barato deles é o Nokia 110, que vem com MP3 player, câmera de baixa resolução (QVGA), rádio FM, o jogo clássico Snake e bateria de 800 mAh. Nos números, a bateria é irrisória para os padrões dos smartphones, mas em um celular de tela minúscula e sem memória para apps extras —4 MB internos, com slot para cartão de 32 GB— pode render o dia inteiro. Quem usou um desse tipo nos anos 2000 lembra disso.

A Nokia/HMD promete para o 110 uma autonomia de 18,5 dias em modo espera ou 14 horas de ligação por voz. Por tudo isso, pela falta de todos os outros luxos de smartphone que estamos acostumados, são cobrados o equivalente ao valor de uma calça jeans em uma rede de vestuário brasileira. Parece um bom negócio, considerando as circunstâncias.

Achou interessante? Veja abaixo os outros anúncios Nokia na IFA 2019:

Nokia 800 - Divulgação/HMD Global
Nokia 800
Imagem: Divulgação/HMD Global

Nokia 800

Este modelo faz parte da turma dos "tough phones" ou telefones durões, usados em situações fora do cotidiano das grandes cidades, como em caminhadas na floresta, construção civil e afins. Com certificação IP68, aguenta poeira e mergulhos na água a até 1,8 metros. Nos demais números, tem 512 MB de RAM, 4 GB de armazenamento, 2.100 mAh de bateria e câmera de 2 MP com flash. E tem suporte a WhatsApp, Google Assistente e Google Maps. Preço: 109 euros (R$ 510).

Nokia 2720 - Divulgação/HMD Global
Nokia 2720
Imagem: Divulgação/HMD Global

Nokia 2720

O terceiro feature phone da turma é também flip, ou dobrável em duas partes plásticas --e não com tela touch dobrável como no Galaxy Fold e Mate X. Mas ao contrário das versões dos anos 2000, este modelo vem com WhatsApp e Facebook instalados de fábrica, no sistema operacional KaiOS. No mais, traz 512 MB de RAM, 4 GB de armazenamento, 1.500 mAh de bateria e câmera de 2 MP com flash. Por 89 euros, ou R$ 420.

Nokia 6.2 - Divulgação/HMD Global
Nokia 6.2
Imagem: Divulgação/HMD Global

Nokia 6.2

Agora os smartphones. Esta tem tela de 6,3 polegadas com HDR, recurso que melhora o contraste e definição de detalhes de imagem. A câmera é tripla: 16 MP (principal); 5 MP (profundidade) e 8 MP (ultrawide). A frontal é de 8 MP, formando entalhe em gota na frente. O processador é Snapdragon 636, o que o põe como intermediário. Completa o pacote 3.500 mAh de bateria, Android 9 e está disponível nas variantes de memória de 3 GB/32 GB e 4 GB/64 GB, ao preço de 199/249 euros, respectivamente (R$ 935/R$ 1.170).

Nokia 7.2 - Divulgação/HMD Global
Nokia 7.2
Imagem: Divulgação/HMD Global

Nokia 7.2

Com a mesma tela de 6,3 polegadas HDR do 6.2, este modelo se destaca mesmo nas câmeras. Novamente tripla, mas desta vez são 48 MP (principal) com sensor QuadPixel, o mesmo visto no Motorola One Vision e que garante ótimas imagens, além de 5 MP (profundidade) e 8 MP (ultrawide). A frontal é de 20 MP, também QuadPixel. O processador é o intermediário Snapdragon 660. Por fim, 3.500 mAh de bateria, Android 9 e está disponível nas variantes de memória de 4 GB/64 GB e 6 GB/128 GB, ao preço de 299/349 euros, respectivamente (R$ 1.400/R$ 1.640).

Se você não mora na Europa e EUA, daqui a uns meses você pode tentar comprar a sorte nos grandes sites de compras, que conseguem trazer importações via marketplace.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

Smartphone