Topo

Radar


Street Fighter V ganha nova versão e uma última chance de agradar fãs

Street Fighter V Champion Edition é nova versão do jogo de luta - Divulgação
Street Fighter V Champion Edition é nova versão do jogo de luta Imagem: Divulgação

Jefferson Kayo

Colaboração para o START

22/11/2019 04h00

"Street Fighter V" mostrou que ainda tem muito hadouken e shoryuken para soltar com o anúncio, esta semana, de uma nova versão, chamada "Street Fighter V Champion Edition", que chega em 2020 para PC e PS4.

Alvo de inúmeras críticas, o game de luta talvez seja o lançamento mais conturbado da famosa franquia, com pouquíssimo apelo para o jogador casual, mantendo-se vivo graças à força da comunidade competitiva. Será que é agora, depois de quatro anos do seu lançamento original, que "Street Fighter V" decola de vez?

Ao longo dos anos, o jogo foi tomando forma, recuperando suas forças e hoje, apesar da polarização do público, conta com uma base de fãs bastante sólida. É só ver como o game ainda atrai público para as competições oficiais.

No EVO 2019, um dos principais eventos de jogos de luta do mundo, o torneio de "Street Fighter V" contou com 1929 inscritos. Não é pouca gente.

Já para o dia 14 de fevereiro de 2020, uma nova surpresa: "Street Fighter V: Champion Edition". A nova versão chega como uma opção a todos que desejam a versão definitiva do game, contendo praticamente todos os extras já lançados até agora. Ao todo serão 34 cenários, 40 personagens e mais de 200 roupas extras.

Não entram no pacote os DLCs referentes à Capcom Pro Tour — o dinheiro das vendas é revertido para a premiação dos jogadores —, as roupas do modo Fighting Chance e as que vieram de colaboração com outros jogos.

Ainda assim, é muito conteúdo para ser adquirido de uma só vez. A coletânea será vendida em dois formatos: físico ou digital. E no caso da digital, o pacote Champion Edition pode ser adquirido como uma expansão do SFV Arcade Edition, com o jogador pagando menos por ela e recebendo exatamente o mesmo conteúdo.

A Capcom mantém a sua promessa de entregar "Street Fighter V" como um serviço. "Você só vai precisar comprar o jogo uma vez na sua vida", foi o que disseram lá atrás e ninguém acreditou. Bem, eles mantiveram a promessa, e com CE será a mesma coisa.

Novidades em dezembro

Gill, de Street Fighter III, é o novo boneco do jogo - Divulgação
Gill, de Street Fighter III, é o novo boneco do jogo
Imagem: Divulgação

Apesar de "SFV:CE" chegar só em fevereiro de 2020, as atualizações que farão parte do pacote final já serão entregues, de forma gratuita, aos jogadores a partir do mês que vem, ou pelo menos é o que diz a postagem do blog oficial da Capcom. Dentre as principais novidades, há um rebalanceamento completo do game com direito a uma nova mecânica no jogo: um segundo V-Skill.

A expectativa de um último personagem na lista dos lançamentos para 2019 se confirmou com o próprio anúncio de "SFV:CE". O novo lutador é Gill, o chefe final de "Street "Fighter III: New Generation" (e suas atualizações). Tido como um dos chefes mais difíceis da franquia, ele podia usar tanto os poderes baseados no elemento do fogo quanto do gelo. E ainda tinha a capacidade de ressuscitar depois de um round perdido. A dúvida é se ele voltará com esse poder em SFV.

Gill e o rebalanceamento do game chegam em dezembro, ainda sem data definida. No entanto, as chances de isso acontecer antes da Capcom Cup (13 a 15 de dezembro) são mínimas. Isso porque a atualização vai mexer com grande parte do meta do jogo, e não seria justo com os jogadores da CPT rebalancear o game às vésperas da competição.

Linha do tempo em SFV

Entre decisões pontuais e apostas altíssimas, "Street Fighter V" marcava o início de uma nova geração de jogadores. Dez anos depois do levante dos jogos de luta com "Street Fighter IV", a empresa via a necessidade de se adaptar ao mercado, apresentando um jogo que seguisse o padrão moderno dos grandes nomes do eSport atual e atraísse sangue jovem.

Porém, os sacrifícios foram altos demais, e muita gente passou a criticar o game por decisões estranhas dentro de um nicho que a própria Capcom havia criado, com suas próprias regras. Na batalha por aceitação, "Street Fighter V" passou por grandes mudanças que você confere a seguir, em uma breve linha do tempo.

- 16 de fevereiro de 2016

Lançamento de "Street Fighter V"; 16 lutadores, um modo história que conta os acontecimentos prévios da campanha principal (que não estava disponível no game), modo versus e um online bagunçado sem o total uso da CFN, a Capcom Fighters Network.

Anúncio da primeira temporada de DLCs com os personagens extras de SFV: Alex, Juri, Ibuki, Balrog, Urien e Guile que seriam lançados no decorrer do ano.

- Junho de 2016

Lançamento do aguardado Story Mode de "Street Fighter V", chamado "A Shadow Falls"; pela primeira vez na série, um jogo recebia uma campanha aos moldes do que a Netherrealm apresenta em seus jogos desde "Mortal Kombat" (2009). A atualização foi gratuita para todos os usuários do game.

O Zenny, a moeda virtual que poderia ser comprada com dinheiro real, deixa de fazer parte do modelo de venda de "Street Fighter V". Criada para acelerar o processo de compras dentro do jogo, o Zenny nunca chegou a ser usado de verdade. O Fight Money continua até os dias de hoje.

- Dezembro de 2016

Após as finais da Capcom Cup de 2016, é apresentado aos jogadores o novo visual de Akuma, personagem que encabeça a segunda temporada de DLCs de SFV; ao lado dele, mais cinco bonecos inéditos entravam no elenco: Kolin, Ed, Abigail, Zeku e Menat.

Curiosidade: a música que aparecia no trailer de lançamento de Kolin tinha a participação de Lupe Fiasco, rapper norte americano que ganhou uma pequena notoriedade no cenário dos jogos de luta por enfrentar e "vencer" Daigo Umehara num desafio publicitário de "Street Fighter V".

- Dezembro de 2017

Anúncio da terceira temporada de personagens para "SFV" é realizado ao final da Capcom Cup; Desta vez os personagens são apresentados todos de uma vez, sem mistério: Sagat, Sakura, Blanka, Falke, Cody e G; é também anunciada uma grande expansão para o game, o "SFV: Arcade Edition".

- 16 de janeiro de 2018

"Street Fighter V: Arcade Edition" é lançado. Essa é a primeira grande atualização do game; aos usuários antigos, tudo não passou de uma atualização gratuita que atualizava a interface de usuário e adicionava novas mecânicas ao game, como o V-Trigger II. Era possível comprar a nova edição do game em loja com direito à primeira temporada de DLCs inclusa no pacote (a segunda temporada vinha com desconto).

Depois de 2 anos do lançamento, "SFV" finalmente ganhava sua versão "Arcade", possibilitando os jogadores a enfrentarem partidas sequenciais contra a inteligência artificial e destravar um final exclusivo por personagem. O novo modo arcade fazia referência a todos os jogos da franquia, criando quase cinco campanhas por lutador.

- Dezembro de 2018

O produtor Yoshinori Ono sobe ao palco das finais da Capcom Cup para anunciar o próximo personagem via DLC: Kage, a manifestação física do Satsui no Hado (mais ou menos uma versão modificada de Evil Ryu, porém inédita na trama).

Ono diz também que vai mudar um pouco as coisas referentes aos lançamentos dos futuros personagens via DLC de "SFV"; a quarta temporada de DLCs efetivamente não existe, o que existem são lançamentos esporádicos para 2019 de novos personagens que serão revelados com o tempo.

- Agosto de 2019

Revelados os novos personagens de "Street Fighter V" durante as finais do EVO 2019 (na verdade a revelação chegou um pouco antes, devido ao vazamento de um vídeo no Steam).

E.Honda retornava ao elenco, ao lado de Poison e da novata Lucia (derivada do jogo "Final Fight").

- Novembro de 2019

Revelada nova expansão para "SFV", intitulada Champion Edition, com lançamento para fevereiro de 2020; O penúltimo personagem via DLC de 2019 era anunciado: o chefão de "Street Fighter III", Gill.

Radar