PUBLICIDADE
Topo

Ricardo Feltrin

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Ibope da TV paga: CNN ganha impulso e sobe 11 posições no ranking

Saguão da sede da CNN Brasil, em São Paulo - Divulgação
Saguão da sede da CNN Brasil, em São Paulo Imagem: Divulgação
Ricardo Feltrin

Ricardo Feltrin é colunista do UOL desde 2004. Trabalhou por 21 anos no Grupo Folha, como repórter, editor e secretário de Redação, entre outros cargos.

Colunista do UOL

04/04/2021 00h45

A TV por assinatura segue perdendo ibope e assinantes este ano, mas ainda é valiosa para o mercado publicitário. Isso porque seu público tem maior poder aquisitivo.

Dados de audiência dessa mídia em março, obtidos pela coluna, mostram que, no topo do ranking de ibope nacional, os canais do Grupo Globo continuam impávidos e na liderança.

Para ter ideia da hegemonia da empresa da família Marinho, dos 10 primeiros colocados, seis são da Globo.

Mas, a surpresa de março foi a performance da jovem CNN Brasil.

No mês em que completou um ano de vida no Brasil, e foi "chacoalhada" pela saída de seu CEO e fundador, ela subiu 11 posições em relação ao mês anterior.

Foi um crescimento de 41% na audiência média das 24 horas do Mercado Nacional entre os domicílios com TV paga.

A CNN Brasil se consolida como o segundo canal de notícias do país, só atrás da GloboNews.

Os dados são da Kantar Ibope Media, mas foram obtidos pela coluna junto a fontes nas TVs. Cada ponto nessa medição vale por volta de 100 mil domicílios sintonizados.

Veja o ranking dos 30 canais pagos mais vistos no país em março.

Ranking dividido em: Posição - ibope (posição em fevereiro)

1 - Viva - 0,73 ponto (1)
2 - GloboNews - 0,72 (2)
3 - Multishow - 0,53 (3)
4 Discovery Kids - 0,47 (5)
5 - Universal TV - 0,45 (7)
6 - Cartoon Network - 0,43 (6)
7 - Discovery Channel - 0,37 (8)
8 - AXN - 0,37 (10)
9 - Megapix - 0,33 (9)
10 - SporTV - 0,32 (4)
11 - TNT - 0,27 (0,28)
12 - Home & Health - 0,25 (12)
13 - Space - 0,24 (14)
14 - Gloob - 0,23 13)
15 - CNN Brasil - 0,22 (26)
16 - Star Channel (ex Fox) - 0,20 (16)
17 - ID - 0,19 (17)
18 - Comedy Central - 0,18 (18)
19 - TNT Séries - 0,18 (23)
20 - TLC - 0,17 (19)
21 - GNT - 0,17 (24)
22 - Nickelodeon - 0,17 (15)
23 - Warner - 0,16 (22)
24 - Telecine Action - 0,16 (25)
25 - Cinemax - 0,15 (28)
26 - Animal Planet - 0,15 (21)
27 - SporTV 2 - 0,15 (27)
28 - Boomerang - 0,15 (36)
29 - ESPN Brasil - 0,14 (20)
30 - FX - 0,13 (29)

Fonte: Dados consolidados de março da Kantar Ibope Media nas 15 maiores regiões metropolitanas do país.

Ricardo Feltrin no Twitter, Facebook, Instagram e site Ooops