Rodriguinho diz ter ido ao BBB para ser ouvido e subir 'degrau intelectual'

Rodriguinho, que se despediu do BBB 24 (Globo) ontem (27), explicou qual foi o seu propósito ao entrar no reality show.

"Na minha carreira eu já tinha feito de tudo e eu queria dar uma guinada. O público do BBB é diferente, não é o mesmo da música […] mesmo com pontos supostamente negativos, eu fui para um lugar que eu não tinha. Era um pouco disso que eu queria no BBB: ser ouvido. O programa te dá uma cara. Ele me projetou de uma forma que eu nunca havia me projetado para o Brasil", contou em entrevista ao UOL.

O cantor disse que, dentro do programa, vivia momentos inéditos em sua vida e até chorava de forma diferente. "Então, eu acho que a nível intelectual, de vida e de trabalho, sim, eu subi alguns degraus", avaliou.

Rodriguinho também confessou que o BBB era muito diferente do que imaginava e entrar como Camarote "é até pior".

"A proporção do que eu falo é outra. Só que tem horas em que a gente esquece das câmeras, a gente esquece de tudo o que está acontecendo e fala coisas. Mas de tudo o que eu falei não tem nenhum desvio de caráter. Para mim, foi uma experiência de me conhecer, de saber que tive falas erradas e ponto".

Treta com Davi

Em relação às falas sobre Davi, Rodriguinho disse que foram "momentos de raiva" e, dentro de seu grupo, ele era "o cara da paz" e aconselhava Fernanda e Pitel.

Ele reforçou que "não tem nada contra o brother" e percebe, hoje, que as falas do baiano serviam para desestabilizar os oponentes.

Continua após a publicidade

"Por muitas vezes ele conseguiu fazer isso comigo e era nessas horas eu que eu tinha esse acesso [de raiva]. Mas longe de mim encostar um dedo no Davi, isso não existe", disse. "Eu levei para o coração, coisa que eu falava para as meninas não fazerem, e eu fiz. Me arrependo amargamente, me envergonho de algumas coisas que eu falei, sim".

Rodriguinho disse que se arrepende por "não ter jogado da forma que eles estavam esperando", porque "não sabe jogar ofendendo outros" — diferente dos atuais "favoritos" da edição, opinou.

"Que bom que ele [Davi] está sendo bem aceito aqui. Ele é um cara que merece", disse. "O pessoal ficou com medo de o Davi estar forte aqui fora. A única pessoa que não tinha medo do Davi dentro da casa era eu. Eu não podia afirmar isso lá dentro, porque eu não sabia".

'Fernanda era minha versão feminina e Pitel, minha filha'

Dentro do BBB, Rodriguinho construiu uma base sólida com Fernanda e, principalmente, Pitel. Juntos, eles formavam o Grupo Gnomo.

A Fernanda é a minha versão feminina, ela é a que xinga, a que fala o que vem na cabeça, quer brigar. Ela não faz questão de cumprimentar ninguém, ela não está nem aí e eu sou meio assim também Rodriguinho

Continua após a publicidade

"Parecia que eu estava vendo um espelho: eu não fazia e tentava fazer ela não fazer também. Tanto é que tinha dias em que a gente ia treinar, que ficávamos os dois em silêncio absoluto na academia, porque eu sabia que ela não queria falar, eu também não queria, então a gente não falava", acrescentou.

Já sobre Pitel, Rodriguinho disse que a sister tem muitas características de seus filhos e realmente a via como uma filha. "Ela induzia a gente a ter debates muito inteligentes. Ela e a Fernanda são duas pessoas que eu quero para a vida".

Em ordem, ele organizou seu pódio com Pitel em primeiro lugar, seguida de Fernanda e MC Bin Laden.

Para chegarem à final, ele diz, os três precisarão se defender. "A Pitel 'prefeiteou' pela casa, agora todo mundo a ama. Vai ser difícil ela tomar um voto, mas talvez tome por estar com a Fernanda", disse. "Acho que quem vai ocupar meu lugar nesse grupo é o Bin. E o Puxadinho vai continuar ali, daquele jeito. […] Vai continuar o Gnomo contra a casa".

O cantor ainda comentou a aproximação recente dos Gnomos com o grupo Puxadinho e confessou que Giovanna era a mais distante dos três — e que seu pé quebrado atrapalhou muito sua visibilidade no jogo.

Shows sentado

Na entrevista, Rodriguinho confessou que não se divertia em todos os shows do BBB por não gostar de festas. Ele ainda citou ter tido insônia e afirmou que, quando começava a festa, já estava "morto".

Continua após a publicidade

"Curtia três músicas e sentava. Esperava a casa abrir e entrava para o quarto para deitar", disse. "É mais coisa da minha idade mesmo. Eu tenho 46 anos, mas é como se tivesse 80. Eu nunca vou alcançar a alegria daquele pessoal, porque tudo aquilo que eles estavam vendo para mim é algo muito comum."

O ex-BBB ainda disse que, quando suas músicas tocavam na casa, ele era levado para "o seu verdadeiro eu".

"Eu estava vivendo um Rodrigo que não cantava para eles. Eu cantei muito pouco na casa. Eu entrei com o entendimento de que eu já sou um Camarote, então se eu ficasse cantando o tempo todo lá, eu seria meio desleal com a parada", disse. "Eles até falavam: 'Você cantando é outra pessoa'. E é isso: quando eu estou cantando, eu sou o Rodriguinho; fora disso eu sou o Rodrigo."

BBB 24 - enquete UOL: o que eliminou Rodriguinho no décimo Paredão?

5.815 votos
Imagem
Reprodução/Globoplay
Imagem
Reprodução/Globoplay
Imagem
Reprodução/Globoplay
Imagem
Reprodução/Globoplay
Imagem
Reprodução/Globoplay
Imagem
Reprodução/Globoplay
A votação do UOL não possui caráter científico ou influência sobre o resultado do programa da TV Globo

Cobertura especial do UOL no BBB

NEWSLETTER

Continua após a publicidade
  • Quer receber antes e diretamente no seu email a Newsletter de Splash sobre BBB? Clique aqui

LIVES

  • Chico Barney, Kerline, Leão Lobo e mais colunistas estão na cobertura especial do BBB no YouTube e nas redes sociais. De segunda a sexta, são três programas ao vivo no YouTube, além de muito conteúdo no Instagram e Tik Tok.

Confira os horários
10h - Central Splash - Principais fatos da noite com o maior comentarista de reality da internet: Chico Barney
13h - Splash Show
18h - Central Splash

Deixe seu comentário

Só para assinantes