PUBLICIDADE
Topo

'Não sou esse fofo, tenho minhas sombras', diz Reynaldo Gianecchini

Colaboração para Splash, do Rio

18/05/2022 04h00

Reynaldo Gianecchini firmou uma bela parceria com a atriz Tainá Muller. Além de contracenarem no teatro em "Brilho eterno", os dois estão no elenco da segunda temporada da série "Bom Dia, Verônica", da Netflix.

No "OtaLab", Otaviano Costa perguntou ao ator como foi compor seu personagem, um líder religioso que comete abusos contra suas fiéis, inclusive mulher e filha. "Qual o seu processo para construir um papel tão pesado, e depois voltar a ser o Giane que a gente conhece?"

Gianecchini reconheceu que não foi nada simples. "Foi, talvez, o personagem mais difícil que já fiz", disse. "Esta série toca num tema muito delicado, que é o abuso, de uma forma muito contundente. É um soco no estômago, mas é muito necessário."

Foi muito desafiador. É uma zona que eu não circulo muito. Não que eu não tenha as minhas sombras. Eu não sou esse fofo, ninguém é; tenho as minhas sombras.

O ator se dedicou tanto ao papel que mal conseguia dormir durante as filmagens. "Foi um mergulho muito intenso e muito rápido, as cenas eram difíceis e muito boas. Eu dormia duas horas por noite. Ia pro set já muito mexido, com a cabeça a mil."

Claro que a criatividade aciona aquele universo, então o ator tem que cutucar suas sombras. É desconfortável, mas é prazeroso também, porque é de mentirinha. É ótimo ter permissão para lidar com seus demônios. Gosto muito disso na profissão.

OtaLab

O "OtaLab", o programa de internet que parece TV, pode ser acompanhado pelos canais do Splash no YouTube, Twitter e Facebook. Você pode assistir a toda a programação do Canal UOL aqui.