PUBLICIDADE
Topo

Eliezer rebate críticas por relacionamento com Viny: 'Amizade genuína'

Eliezer acha que sua relação com Viny foi mal interpretada pelo público do "BBB" - Beatriz Damy/AgNews
Eliezer acha que sua relação com Viny foi mal interpretada pelo público do 'BBB' Imagem: Beatriz Damy/AgNews

Colaboração para Splash

14/05/2022 00h00

Eliezer do Carmo, 32 anos, comentou as críticas que recebeu ao longo do "BBB 22" (TV Globo) por conta da relação que cultivava dentro do confinamento com Viny Fernandes, 23. Vários espectadores entenderam a dinâmica entre os dois como abusiva da parte de Eli, que, na visão destes, aproveitava-se da paixão platônica do rapaz homossexual para se dar bem no jogo.

"Nunca imaginei que ia ter uma repercussão tão negativa assim! Até ele sair, a gente recebeu muita porrada. Fizeram vários vídeos falando que eu estava abusando psicologicamente dele, que ele estava correndo atrás de mim... Que eu sabia que ele estava apaixonado por mim e ficava incentivando aquela relação, mesmo sendo hétero", lamentou Eli, que se envolveu com Maria e Natália Deodato durante o programa.

O ex-brother negou que tenha cultivado a proximidade com Viny por interesse. "A nossa amizade foi muito genuína. Se você não tiver uma pessoa para contar ali, o negócio [fazer parte do programa] vai ficar quase que impossível!", analisou, em participação no podcast "Podpah".

Eliezer também contou que sentiu medo do julgamento do público ao se envolver com mais de uma colega de confinamento. "A gente é uma sociedade muito 'mimimi'. Lá dentro, eu tinha do cancelamento por ter ficado com duas mulheres diferentes num curto espaço de tempo."