PUBLICIDADE
Topo

Quem fica no lugar? Daniel Craig não concorda com uma mulher como 007

O ator Daniel Craig é contra uma mulher interpretar James Bond - Reprodução
O ator Daniel Craig é contra uma mulher interpretar James Bond Imagem: Reprodução

Colaboração para o UOL

21/09/2021 18h36

O ator Daniel Craig, de 53 anos, fará sua despedida como intérprete de James Bond em "007 - Sem Tempo Para Morrer", e falou sobre quem deverá assumir o novo posto do espião na franquia. Sem citar nomes, o famoso disse que o papel não deve ser interpretado por uma mulher e explicou por quê.

Em entrevista à revista Radio Times, Craig foi questionado sobre a possibilidade de mudar o perfil dos atores escolhidos para viver o icônico espião e respondeu de forma ampla, ao apontar a necessidade de mudanças na indústria cinematográfica. Para ele, mais importante que uma mulher assumir o posto de James Bond, é a criação de personagens "tão bons" quanto o espião, mas pensados para mulheres e atores não-brancos.

"Por que uma mulher deveria interpretar James Bond quando deveria haver um papel tão bom quanto o de James Bond, mas feito para uma mulher?", questionou, ressaltando que deve "haver papéis melhores para mulheres e atores negros".

James Bond se tornou um dos personagens mais icônicos da história do cinema. Desde 2006, ele é vivido por Daniel Craig. Após o anúncio de que o famoso não irá mais ser o espião, tem-se questionado sobre quem deverá ser o novo Bond, e muitos apontam a necessidade de dar a oportunidade para um ator negro ou mesmo uma mulher interpretá-lo.

Os atores Idris Elba e Regé-Jean Page têm sido cotados para o posto, no entanto, sobre a possibilidade do espião mudar de gênero, isso será algo difícil. Pelo menos foi o que deixaram transparecer os produtores da franquia, Barbara Broccoli e Michael g. Wilson, que, em entrevista à Variety no ano passado, destacaram que o personagem pode ser interpretado por atores "de qualquer etnia" desde que sejam do sexo masculino.

"James Bond pode ser de qualquer etnia, mas ele é um homem", afirmou Brocolli. Assim como Daniel Craig, a produtora também se mostrou a favor de "criar novos personagens para as mulheres".

Segundo contou, é preferível criar "personagens femininas fortes em vez de pegar um personagem masculino e entregá-lo a uma mulher". "Acredito que as mulheres são mais interessantes do que isso", completou.

Filme que marcará a despedida de Daniel Craig como James Bond, "007: Sem Tempo Para Morrer" tem estreia prevista para o dia 30 de setembro no Brasil.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado na primeira versão do texto, o filme tem estreia prevista para o dia 30 de setembro no Brasil.