PUBLICIDADE
Topo

Luana Mendes viralizou escancarando o sofrimento que musas fitness escondem

Luana Mendes sofre com os treinos de perna e mostra tudo nas redes sociais - Reprodução/Instagram/@luanasmendes
Luana Mendes sofre com os treinos de perna e mostra tudo nas redes sociais
Imagem: Reprodução/Instagram/@luanasmendes

Renata Nogueira

De Splash, em São Paulo

21/09/2021 04h00

Nunca quis ser musa fitness.

Com 484 mil seguidores no Instagram, 157 mil no TikTok e 141 mil inscritos no seu canal do YouTube, Luana Mendes resolveu botar a cara e o corpo na internet para mudar algo que a incomodava: os perfis praticamente iguais das influenciadoras fitness.

Sem paciência, ela estreou nas redes com o objetivo de levar algumas verdades para o público que curte cuidar do corpo. Nem toda dieta é uma delícia, nem todo exercício é prazeroso. Mas tudo compensa quando se atinge o objetivo.

luana fit - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Luana Mendes viralizou mostrando seus treinos pesadões na internet
Imagem: Reprodução/Instagram

"As pessoas são muito hipócritas ao falar da dieta. Eu às vezes chego para os meus seguidores e falo que odeio minha dieta, mas se quero ter um corpo X, tenho um objetivo, então faço aquilo. Não é porque eu amo comer frango com brócolis. Às vezes estou de saco cheio e eu falo isso de maneira muito verdadeira", comenta Luana Mendes em entrevista à Splash, tentando decifrar sua fórmula de sucesso na internet.

A antimusa

Luana está chamando a atenção nas redes com vídeos sincerões em que mostra seu treino da forma mais real possível. Com suor, muito peso (ela chega a levantar 200 kg no legpress!) e cara feia para terminar aquela repetição que a personal trainer insiste em passar.

Um vídeo em que ela chega a tremer no final de uma série de agachamento bateu 852,5 mil visualizações só no TikTok. Outras 196 mil no Instagram e 28 mil curtidas no post compartilhado pela drag Bianca Dellafancy no Twitter. O "cruz credo" da personal dela, Carol Vaz, no final do vídeo é a cereja do bolo. Até o mais sedentário dos seguidores se diverte.

Luana admite que deixa para filmar as últimas repetições da série de musculação, sempre as mais difíceis. Mas garante que o treino dela é sempre assim, pesadão. Afinal, já são sete anos "puxando ferro" entre um histórico que foi da obesidade a bulimia, passando por depressão.

Hoje, com seus vídeos divertidos, ela conta que recebe mensagens de gente que também está passando por problemas de saúde como os que ela já enfrentou e encontra conforto nas postagens divertidas.

"A minha filosofia e ética nas redes sociais é sempre agregar algo na vida da pessoa que está me assistindo. Sempre tento dar muitas dicas e conteúdo informativo. E mesmo quando eu não consigo fazer isso, eu uso o humor. Porque o poder de fazer uma pessoa sorrir já tem uma importância enorme."

Diploma duplo

luana formada - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Luana é formada em Ciências Sociais e está cursando Educação Física
Imagem: Reprodução/Instagram

Antes que os haters corram para os comentários, é importante dizer que os ensinamentos de Luana não são apenas papo de coach. Ela, que está prestes a se formar em Educação Física, já é graduada em Ciências Sociais pela FGV do Rio de Janeiro.

Luana hoje trabalha exclusivamente com Educação Física, mas conciliou as duas áreas até mesmo em seu projeto de conclusão de curso de Ciências Sociais, em que estudou o que chama de musas modernas e fez uma abordagem antropológica das blogueiras fitness do Instagram.

"As Ciências Sociais serviram muito para mudar muito minha mentalidade e minha visão de mundo como ser humano. Eu entrei uma pessoa e saí outra. Se não fosse a faculdade, hoje eu teria várias crenças antigas e preconceitos que a gente tem. Me deu outra ótica sobre muitas questões", avalia.

Atualmente, Luana trabalha na mesma academia em que treina, distante uma hora da casa dela. E diz que a distância está longe de ser um problema. Foi nesta academia que ela encontrou sua atual personal, Carol Vaz, que a acompanha em todos os treinos. O que é essencial para o nível dos exercícios que ela faz.

"A Carol me ensinou principalmente que para a gente ter um corpo forte, antes de mudar o corpo, a gente precisa mudar a mente. O fitness mudou a minha vida. Quando estou treinando é o momento que extravaso todas as minhas angústias, as preocupações da semana. Fecho o olho e aproveito. Faço força e esqueço todo o resto. Essa mudança de mentalidade que colaborou para a minha mudança física."

Luana, que já morou na Noruega em um programa de intercâmbio da faculdade, chegou a ganhar 25 kg em nove meses. No cálculo do IMC, ela estava com obesidade grau 1 aos 18 anos de idade. Mesmo treinando, a má alimentação a impedia de atingir os resultados. A maior mudança veio com o trabalho mental na atual academia, que a levou a começar também a faculdade de Educação Física.

"Nunca quis trabalhar com Educação Física no Brasil, por mais que eu gostasse da área, porque eu nunca vi futuro para a profissão. Achava que não era uma boa área para ganhar dinheiro", conta Luana, que se descobriu uma potencial professora.

Hoje, ela já orienta alunos com a supervisão de um profissional formado e também participa de um projeto para estudantes e futuros treinadores. E segue inspirando mais pessoas a mudar de vida nas redes sociais, do jeitinho sarcástico só dela.

É seguro?

Luana diz que sofre muito pouco hate nas redes sociais. Mas, com certa frequência, tem que ler de alguém que não a conhece que seu treino está errado ou exagerado. "Acontece mais no TikTok, onde as pessoas vão passando os vídeos rápido e nem conhecem minha história", esclarece.

Splash conversou com David Carmo, um personal trainer que não tem relação direta com Luana, e mostrou para ele alguns dos vídeos que fazem sucesso nas redes dela. Segundo o educador físico, o treino que leva a exaustão é realmente o ideal para o atual condicionamento físico da jovem de 23 anos.

"Forçar o músculo até a exaustão é necessário. Logicamente dentro das características de cada aluno. A gente está falando de uma pessoa que já está avançada. Como ela já treina há bastante tempo, precisa desse estímulo até a falha porque o músculo já está acostumado a isso", explica o personal. Ele, porém, faz uma ressalva.

"Como ela usa cargas muito mais altas, é ideal ter o personal ao lado para orientar sobre o movimento. Não se pode errar o movimento por causa da carga muito alta, para não se lesionar. O personal também está ali para estimular o aluno. Se não, a pessoa faz a série e para. Só o personal consegue fazer esse extra que leva o músculo à exaustão." No caso de Luana, ela sempre faz o treino acompanhada.

David aprova o trabalho de Carol Vaz com Luana, e reitera. "Estudos científicos mais recentes explicam que o indivíduo que já treina há bastante tempo tem que levar o músculo à falha, senão ele não tem um ganho muscular e nem uma melhora na definição. Justamente porque esse músculo precisa de carga alta e mais variações".

Para quem está parado e começando a treinar agora, os exercícios são totalmente diferente e muito mais leves. Segundo David, para chegar ao nível de Luana é necessário no mínimo um ano e meio de musculação com frequência.