PUBLICIDADE
Topo

Marcelle Carvalho

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Expert em danças sensuais auxilia as cenas de sexo em 'Verdades Secretas 2'

Grazzy Brugner trabalha com a autoestima e o empoderamento da mulher - Alexandre Aldred Ramacciotti/divulgação
Grazzy Brugner trabalha com a autoestima e o empoderamento da mulher Imagem: Alexandre Aldred Ramacciotti/divulgação
Conteúdo exclusivo para assinantes
Marcelle Carvalho

Marcelle Carvalho é jornalista que cobre, há duas décadas, o universo da televisão. Suas maiores paixões são novelas e séries, que serão abordadas aqui a partir da visão de quem vê e de quem faz.

Colunista do UOL

05/10/2021 04h00

O furacão "Verdades Secretas 2" chega este mês ao Globoplay, prometendo um clima de mistério e de mais sedução. Se a primeira passagem da trama, em 2015, já causou palpitação na gente, com cenas pra lá de quentes, a continuação será carregada em ousadia, com doses generosas de sensualidade. E ninguém melhor para entender do riscado do que a professora de danças sensuais, Grazzy Brugner. É ela quem está auxiliando as atrizes naquelas cenas em que a temperatura quase derrete a TV.

Eu fui convida pela Amora (Mautner, a diretora) para ajudar, a princípio, Camila Queiroz e Julia Byrro. O trabalho consiste em desenvolver a arte sensual através da dança. Elas já são lindas, têm sex appeal, então, é aliar isso a um movimento de braço, cabelo, uma rodadinha desenhada em cima do salto. Dou aula em cima das cenas e acompanho as gravações" conta Grazzy, dona da primeira escola de pole dance do Brasil, modalidade que é mestre há 13 anos,e presidente da Confederação Brasileira de Pole Dance.

Já estou aqui imaginando o tipo de cena que vem por aí... Ainda mais quando a professora conta que estão fazendo chair dancing (dança com cadeiras), floor dancing (no chão), rolamento e mergulho.

Tudo para provocar o parceiro. Para isso, há todo envolvimento sensual e sedutor. As cenas de sexo são muito sexy e bem coreografadas. Aliás, quando Amora me chamou, ela disse: "Minhas ideias de sexo performático acabaram e preciso de você". Mentira, porque ela desenvolve cenas extremamente apetitosas", brinca Grazzy.

Só eu quem está sentindo a tela ficar cada momento mais quente?

A ousadia do primeiro 'Verdades Secretas' não chega perto do que vem por aí na continuação. A trama do segundo está avassaladora", instiga a preparadora, que também auxiliou aqueles que terão personagens envolvidos no sexo sadomasoquista.

Eita, que esse negócio já está pegando fogo!

verdades secretas 2 - Alexandre Aldred Ramacciotti/divulgação - Alexandre Aldred Ramacciotti/divulgação
Grazzy Brugner presta consultoria para as atrizes de 'Verdades Secretas 2'
Imagem: Alexandre Aldred Ramacciotti/divulgação

Grazzy não detalha as situações sadomaso. Na verdade, até muda de assunto dizendo o quanto ficou impressionada com o grau de segurança sanitária na emissora para evitar a covid-19 para garantir o bom andamento do trabalho:

Fica o mínimo de gente possível no set: atores e o câmera. Pessoal do figurino, maquiagem, eu mesma assistimos fora do estúdio. Quando somos requisitados, entramos. É tudo bem controlado, com testes feitos de dois em dois dias".

Empoderamento é o foco

Mergulhar nas artes sensuais, acreditem, não estava nos planos de Grazzy. Tudo que essa paranaense queria era se formar em Educação Física e trabalhar em academia. E conseguiu. Só que sua vida mudou da noite para o dia literalmente.

Eu fechei a academia e estava procurando novos movimentos do jump para minhas aulas. De repente, vi um vídeo de uma mulher fazendo pole dance na garagem de casa. Toda a performance era linda, me apaixonei e decidi que era isso que queria fazer. Passei a noite vendo vídeos e só me dei conta de que tinha virado quando a secretária das 6h chegou na academia", lembra a professora.

verdades secretas 2 - Alexandre Aldred Ramacciotti/divulgação - Alexandre Aldred Ramacciotti/divulgação
Grazzy Brugner trabalha com pole dance há 13 anos e ensina danças sensuais
Imagem: Alexandre Aldred Ramacciotti/divulgação

Na época, o ex sogro fez uma barra para Grazzy, que colocou na sala de lutas da academia. Lá, passou a treinar sozinha. Até que uma aluna contou que o pole dance estava na novela "Duas Caras" (2007).

Pirei, porque não sou de ver televisão, então, não sabia. Claro que fui procurar saber e dei de cara com a Flavia Alessandra, na pele da Alzira, fazendo o pole dance. Aí, me deu o estalo: se está na novela, a mulherada vai começar a procurar. Abri o primeiro estúdio de pole dance do Brasil, fui me especializar na Argentina e registrei a minha metodologia", conta.

Levantar a autoestima da mulher, vê-la empoderada, dona de seu corpo é um dos objetivos dos cursos ministrados por Grazzy, que acaba de abrir o primeiro teatro com estrutura para eventos de pole dance, em São Paulo.

A maioria chega pra mim com os ombros curvados, voz baixa, envergonhadas por quererem experimentar algo novo. O pole é transformador. Em menos de 30 dias, duas vezes por semana, a mulher sai pisando no salto. A virada de chave é gigantesca. A quantidade de mensagem que recebo de alunas agradecendo por eu tê-las ajudado a se descobrir é muito grande. E esse é meu objetivo", orgulha-se Grazzy, que tem o estúdio voltado para o público feminino e maduro.

Ver a aluna sair do casulo pode ser gratificante para a professora. Porém, em certas famílias, o novo comportamento da mulher pode dividir opiniões.

Maridos já me procuraram na porta do estúdio para saber o que eu tinha feito com as mulheres deles, tamanha a transformação delas. Eu respondi que eles têm uma mulher que está se descobrindo para ela. É isso que a modalidade faz. Também já tiveram maridos que me agradeceram por ter salvado o casamento deles, por ter feito suas mulheres gostarem mais delas mesmas. Isso não tem preço", conta Grazzy,