PUBLICIDADE
Topo

Luciana Bugni

Jade, Gaby e Rafaella: se autozoar é mais importante que aprender a dançar

Rafaella Santos, irmã de Neymar: musa da Salgueiro - Reprodução/Instagram
Rafaella Santos, irmã de Neymar: musa da Salgueiro Imagem: Reprodução/Instagram
Conteúdo exclusivo para assinantes
Luciana Bugni

Luciana Bugni é gerente de conteúdo digital dos canais de lifestyle da Discovery. Jornalista, já trabalhou na "Revista AnaMaria", no "Diário do Grande ABC", no "Agora São Paulo", na "Contigo!" e em "Universa", aqui no UOL. Mora também no Instagram: @lubugni

Colunista do UOL

25/04/2022 12h23

A conversa deselegante sobre mulher que não sabe dançar começou com Jade Picon no BBB — ela se privava da pista de dança para não passar o "ridículo" de não ser profissional no rebolado. Já falei aqui que isso me parte o coração. Agora, no Carnaval, a história pegou fogo. Gaby Martins já tinha sido alvo de zoeira por não sambar direito em um ensaio. E Rafaella, irmã do Neymar, foi criticada por um perfil famoso em tom de piada por não ter lá muito molejo.

Jade deu a volta por cima: ganhou uma aula de dança com Anitta e sua trupe, lá em Los Angeles. Transformou as críticas em talco na pista de dança e mesmo que seu vídeo se esforçando para dançar tenha apenas um cena da influencer rebolando, deu a volta por cima lindamente. Quem se importa com o rebolado quando é a Anitta a professora, oras.

Gaby Martins tomou aulas de samba e atravessou a avenida com dignidade. Está certa: os holofotes midiáticos no dia dos desfiles são apenas a ponta de um ano de trabalho árduo das passistas da comunidade. Mulheres famosas que são convidadas a dar repercussão à escola tem que se esforçar para fazer isso com o máximo de respeito possível.

Rafaella foi musa da Salgueiro e saiu no chão pela primeira vez, o que evidencia a sua, digamos, falta de intimidade com o samba no pé. Não é fácil mesmo: sambar é complicado, os movimentos são difíceis, exige disposição.

Infelizmente não basta ostentar a nacionalidade brasileira no RG para rebolar de maneira sincronizada. Ainda mais com fantasia pesada, com salto alto, seminua, com todos os olhares mirando para você.

Como você lida com quem te coloca para baixo?

A irmã de Neymar foi criticada por parecer meio dura na avenida pela página Gina Indelicada. Mas foi em forma de piada: "Mais dura que minha conta bancária". Ela respondeu que em sua própria conta bancária tem bastante dinheiro. Não mentiu, mas também não foi lá muito educada. Ser rica não é exatamente o argumento que a gente espera de uma pessoa que quer vencer uma briga.

É normal lidar com críticas quando se é uma pessoa pública. Quando a gente se propõe a fazer algo que todo mundo está vendo, então... vai ter gente olhando corpo, rosto, passinho, comportamento e muito mais. O negócio é o se vai fazer com a crítica: autozoar, como Jade Picon parece ter aprendido a fazer? Aprimorar-se, como Gaby Martins, e fazer todo mundo engolir o desaforo? Ou retribuir na mesma moeda com o "pelo menos eu sou rica" de Rafaella?

Pelo menos as três não estão prostradas, deixando de fazer o que querer só porque tem alguém julgando. Vai sempre ter alguém falando mal do caminho que a gente escolheu, o negócio é não ficar parada por isso. Você pode discordar de mim no Instagram.