PUBLICIDADE

Topo

Vai Ter Churras

Churrasco simples e divertido apresentado por Bruno Salomão


Costela como você nunca viu: conheça o churrasco ao estilo coreano

Mais Vai Ter Churras
1 | 25
Siga o UOL Nossa no

De Nossa

10/12/2021 11h00

Prepare os palitinhos orientais (jeotgarak) que hoje é dia de churrasco coreano no "Vai Ter Churras". No primeiro episódio da temporada de Verão da série de Nossa, o apresentador Bruno Salomão aprende a preparar fatias fininhas de costela bovina (yangnyeon galbi) na grelha com Sae Kim.

Vai Ter Churras | Churrasco coreano - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
Bruno e Sae, o convidado do primeiro episódio da temporada Verão
Imagem: Mariana Pekin/UOL

O cozinheiro nascido em Seul assumiu há cinco anos o restaurante da mãe no Bom Retiro (São Paulo). Chamado de New Shin La Kwan (Rua Prates, 343), o estabelecimento conta com uma churrasqueira típica acoplada em cada mesa para que o próprio cliente coloque a mão na massa — ops, na brasa.

Diferente dos brasileiros que adoram um bifão, os coreanos estão acostumados a comer lâminas finíssimas de carne de boi e de porco. Assim que a fatia doura, eles a levam à boca junto de acompanhamentos que vão de folhas refrescantes a conservas fermentadas e picantes.

Vai Ter Churras | Churrasco coreano - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
Costela como você nunca viu: fininha e saborosa
Imagem: Mariana Pekin/UOL

Bruno diz:

O churrasco é democrático. Junta todas as nacionalidades".

Costela marinada

Para testar em casa, peça para o seu açougueiro de confiança cortar a costela na transversal, em pedaços de até 4 dedos, e "borboletar" a carne sem tirá-la do osso.

O tempero também é especial. Sae bate no liquidificador um copo e meio de água, 400 gramas de cebola, 50 gramas de gengibre, 50 gramas de alho e 500 gramas de pera asiática. Quem não achar pode apostar na maçã fuji.

Ela vai dar mais ou menos a mesma propriedade à marinada: dulçor e frescor. Além disso, ajuda a amaciar a carne".

Vai Ter Churras | Churrasco coreano - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
Marinada com suco de frutas...
Imagem: Mariana Pekin/UOL
Vai Ter Churras | Churrasco coreano - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
... shoyu e óleo de gergelim
Imagem: Mariana Pekin/UOL

Coar a mistura num pano limpo é o próximo passo. Depois, basta acrescentar 500 mililitros de shoyu, 100 mililitros de saquê, 50 gramas de açúcar e 100 mililitros de óleo de gergelim torrado.

Para selar a costela, a brasa deve estar em calor médio alto. Faça o teste: coloque a mão perto da grelha e veja se consegue aguentar sete segundos no máximo.

Com o fogo no ponto, mergulhe as fatias de costela por até 1 minuto na marinada e disponha na brasa até caramelizar dos dois lados — é jogo rápido!

Churrasco com alface

Vai Ter Churras | Churrasco coreano - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
Costela vai na trouxinha com acompanhamentos e entra de uma vez na boca
Imagem: Mariana Pekin/UOL

O jeito mais típico de comer churrasco coreano é cortado a carne em cubinhos e preparando o "samm", uma trouxinha feita com as folhas de gergelim e de crisântemo.

No recheio, vão costela, kimchi (conserva picante e fermentada de vegetais como acelga), salada de cebolinha, missô coreano, cenoura, arroz e mais o que a pessoa desejar.

A graça é colocar tudo na boca de uma só vez e sentir a explosão de sabores picantes, ácidos, doces, salgados e umami.

Vai Ter Churras | Churrasco coreano - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
Em coreano, trouxinha de vegetais chama-se "ssam"
Imagem: Mariana Pekin/UOL

Fique ligado!

Confira todas as sextas um novo episódio no site de Nossa, no UOL Play ou no YouTube de Nossa (inscreva-se já para receber as atualizações fresquinhas). E acompanhe mais conteúdos no Instagram de Nossa. Assista também às três primeiras temporadas e veja Bruno Salomão ensinar os conceitos básicos para os churrasqueiros de primeira viagem e muitas receitas saborosas.