PUBLICIDADE

Topo

Vai Ter Churras

Churrasco simples e divertido apresentado por Bruno Salomão


Cordeiro na grelha: tempero caseiro garante sabor e celofane facilita preparo

De Nossa

25/03/2022 11h00

Cordeiro na grelha: tempero caseiro garante sabor e celofane facilita preparo Na 5ª temporada de "Vai Ter Churras", série de cozinha com maior alcance de Nossa, tem muita gente colocando lenha na fogueira. Quer dizer, na brasa.

É que a cada episódio o apresentador Bruno Salomão enfrenta uma prova proposta por chefs convidados e pelos espectadores do programa (que puderam contribuir com ideias via redes sociais).

Cordeiro e mjadra: tempero árabe no desafio de Paula Labaki no "Vai Ter Churras" - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
Cordeiro e mjadra: tempero árabe no desafio de Paula Labaki no "Vai Ter Churras"
Imagem: Mariana Pekin/UOL

Na estreia, a assadora e cozinheira Paula Labaki desafia o profissional a fazer paleta de cordeiro. "As nossas famílias têm descendência árabe e, como Bruno é do Norte do Brasil, onde se come muito cordeiro, esse prato vai trazer muitas memórias". O churrasqueiro concorda:

Desafio aceitadíssimo. É um prato emotivo, que eu amo, e lembra minha infância".

Tempero batido e celofane: receita facilitada

Celofane especial e tempero caprichado são os segredos de Bruno Salomão para o cordeiro - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
Celofane especial e tempero caprichado são os segredos de Bruno Salomão para o cordeiro
Imagem: Mariana Pekin/UOL

Embora não seja tão popular quanto boi, frango e porco, o consumo de cordeiro carrega muita tradição. O hábito remonta à antiguidade e está relacionado a tradições cristãs, judaicas e islâmicas.

Na gastronomia, a carne é valorizada pelo sabor acentuado e pela textura macia. Bruno prepara a paleta, extraída da parte superior da pata dianteira, de um jeito fácil e apetitoso.

Até quem não sabe cozinhar vai acertar na receita. Primeiro porque o tempero é feito no liquidificador. Basta bater os ingredientes — vinho branco, azeite, louro, colorau, pimenta-do-reino, cominho, pimenta calabresa, semente de coentro, canela, noz-moscada, sal, hortelã, alecrim, alho, cebola-roxa e suco e casca de laranja-baía — até formar um suco espesso.

Depois porque a paleta é marinada no líquido por 24 horas na geladeira dentro de dois sacos celofanes, que também dão uma mãozinha durante o cozimento.

Bruno explica que a carne se sai bem quando assada por 1 hora e meia no forno preaquecido a 180 graus e, principalmente, na churrasqueira. Veja o passo a passo:

  • Colocar o saco com a paleta na parte mais alta da grelha, num calor de 20 segundos medidos com a mão;
  • Esperar assar por três horas com o osso virado para baixo;
  • Conferir se a carne está quase desmanchando com o dedo ou medindo a temperatura interna com um termômetro, que deve marcar de 95 a 98 graus;
  • Furar o saco e transferir o líquido para uma frigideira, onde ele reduzirá até ficar com 1/3 do volume;
  • Voltar a carne para a parte baixa da grelha só para dar uma douradinha final por cerca de 5 minutos.

Arroz com lentilha: um acompanhamento de peso

Mjadra é o acompanhamento ideal para uma paleta de cordeiro - Mariana Pekin/UOL - Mariana Pekin/UOL
Mjadra é o acompanhamento ideal para uma paleta de cordeiro
Imagem: Mariana Pekin/UOL

A sugestão é servir a paleta de cordeiro ao lado de mjadra. O prato de origem árabe consiste numa mistura de arroz e lentilha que ganha graça com zátar, mix de temperos típico do Oriente Médio, e cebola frita na manteiga.

Clique na imagem abaixo e confira a receita completa:

Mjadra (arroz com lentilha)

Dificuldade Fácil
Ver receita completa

Fique ligado!

Confira todos os episódios de "Vai Ter Churras", série de maior alcance de Nossa, editoria de lifestyle do UOL. São cinco temporadas do craque Bruno Salomão ensinando conceitos básicos do churrasco e muitas receitas saborosas com bom humor. Veja no site de Nossa, no UOL Play ou no YouTube de Nossa (inscreva-se já para receber as atualizações fresquinhas).