PUBLICIDADE
Topo

Destinos no México passam a exigir PCR e vacinação em estabelecimentos

Tlaquepaque, em Guadalajara: Lojas, restaurantes, bares, eventos esportivos e mais vão exigir documentos sanitários de turistas - Getty Images
Tlaquepaque, em Guadalajara: Lojas, restaurantes, bares, eventos esportivos e mais vão exigir documentos sanitários de turistas Imagem: Getty Images

De Nossa

14/01/2022 16h03

Destinos turísticos populares no México passarão a exigir o comprovante de vacinação — também conhecido como "passaporte da vacina" — além de exames do tipo PCR negativos para a covid-19 para receber turistas em seus estabelecimentos e eventos de grande porte, como bares, baladas, shows, restaurantes, competições esportivas e mais.

A partir desta sexta-feira (14), o estado de Jalisco, onde estão localizadas cidades como Guadalajara, Puerto Vallarta e Tlaquepaque, cobrará de maiores de 18 anos o documento ou, em sua ausência, o resultado negativo de um exame do tipo PCR para a covid-19 colhido até 48 horas antes do acesso aos locais fechados. As informações foram divulgadas pelo próprio governo local.

Já a administração de Baja California — onde ficam Tijuana e Cabo San Lucas, por exemplo — recomendou a comerciantes que exijam o passe sanitário ou o PCR negativo feito até cinco dias antes da chegada às casas da região, de acordo com a Travel & Leisure. No entanto, a decisão final é do dono do estabelecimento, que tem autonomia para decidir se cobrará a apresentação da documentação.

O estado de Tlaxcala, próximo à capital Cidade do México, passou a exigir esta semana o comprovante de vacinação para a entrada em hotéis, shoppings, cafés, supermercados e taquerías, segundo informações da revista Forbes México.

De acordo com a agência Reuters, o México vive seu pior momento da pandemia, com mais de 26 mil casos de covid-19 notificados diariamente. As novas medidas visam barrar o avanço da variante ômicron, mais transmissível.

Por isso, quem precisa viajar ao país deve monitorar a situação epidemiológica no local de destino e verificar quais são as regras aceitas para a entrada em espaços públicos fechados, já que é possível que surjam atualizações a qualquer momento.