PUBLICIDADE
Topo

Áustria, Japão e mais: veja países ainda fechados para turistas do Brasil

Salzburgo, na Aústria: Brasil está na lista de países com proibição de entrada - Getty Images/iStockphoto
Salzburgo, na Aústria: Brasil está na lista de países com proibição de entrada Imagem: Getty Images/iStockphoto

Eduardo Vessoni

Colaboração para Nossa

28/09/2021 14h56Atualizada em 28/09/2021 16h48

As últimas semanas têm sido de esperança para o setor turístico com a notícia da reabertura de alguns países para os brasileiros. A Argentina anunciou fronteiras abertas a partir de 1º de outubro para Brasil e Chile. E os Estados Unidos também agitaram o mercado ao divulgar que estrangeiros imunizados terão entrada liberada a partir de novembro.

Mas uma parcela do mundo ainda tem as portas fechadas para turistas brasileiros — mesmo que vacinados ou testados. Entram nessa lista, inclusive, nações que já contam com algum tipo de flexibilização para receber viajantes, mas ainda barram os de países que consideram de maior risco.

Saiba em quais países turistas brasileiros ainda não podem entrar ou têm alto grau de restrições:

As informações foram apuradas por Nossa nos dias 27 e 28 de setembro de 2021 nos órgãos oficiais de cada país citado neste texto e podem sofrer alterações a qualquer momento.

ÁUSTRIA

Na direção contrária dos países europeus que, nas últimas semanas, vêm comemorando a reabertura de suas fronteiras para estrangeiros, a Áustria segue fechada para países com potencial de variantes do coronavírus em seus territórios. O Brasil está nessa lista junto a Chile, Costa Rica, Suriname e Zimbábue. Turistas destes países estão totalmente impedidos de entrar, ainda que vacinados com duas doses, com teste PCR negativo e dispostos a cumprir quarentena. Mesmo quem já esteja circulando por outras nações com acesso permitido não pode entrar na Áustria.

Têm permissão de entrada apenas cidadãos austríacos e da União Europeia, residentes fixos e diplomatas, estudantes e pesquisadores.

DINAMARCA

As restrições são estabelecidas de acordo com uma classificação de países estrangeiros por cores. As nacionalidades classificadas com a cor laranja, que é o caso do Brasil, só estão autorizadas a entrar para negócios, estudos ou por motivos profissionais.

NORUEGA

De acordo com o UDI (Norwegian Directorate of Immigration), residentes de países fora da União Europeia ou do Reino Unido estão proibidos de entrar na Noruega, exceto em situações específicas, como cidadãos noruegueses ou estrangeiros residentes. Nestes casos, será preciso cumprir quarentena em um hotel estipulado pelo governo local e realizar um teste para covid-19, a partir do 4º dia de isolamento, cujos custos são de responsabilidade do visitante.

AUSTRÁLIA

O rígido controle sanitário desse país da Oceania afetou até os próprios australianos que, desde o ano passado, estão proibidos de deixar o país. Com exceção de australianos, residentes permanentes ou para quem for ficar menos de 72 horas no país, nenhuma nacionalidade ainda está autorizada a entrar no país, cujas restrições de viagem valem até o próximo dia 17 de dezembro.

JAPÃO

O Brasil é um dos 159 países ou regiões cujos cidadãos estão impedidos de entrar no arquipélago. Conforme a Embaixada do Japão em Brasília informou à reportagem, o órgão não está emitindo vistos para turistas e não tem previsão de retorno dos serviços. As exceções são para brasileiros que tenham parentes naquele país, cuja quarentena de 14 dias exige isolamento em local indicado pelo governo e não permite uso de transporte público até o fim do período.

ILHAS FIJI

Embora o país tenha anunciado recentemente que deve abrir as fronteiras ainda no final deste ano, o departamento do governo para promoção do turismo na ilha ainda não sabe quando isso deve acontecer. Para o Tourism Fiji, tudo depende do avanço da distribuição e aplicação de vacinas no país, que recentemente vem sofrendo com um surto da variante delta.

COM MAIORES RESTRIÇÕES:

GRÃ-BRETANHA E IRLANDA DO NORTE

O Brasil é uma das nações que estão na lista vermelha adotada na região. Quem esteve no país nos últimos 10 dias não está autorizado a entrar no Reino Unido, com exceção de cidadãos britânicos e irlandeses, ou quem tiver direito de residência. A alternativa seria fazer quarentena de 10 dias em algum país europeu aberto para brasileiros antes de seguir viagem.

NOVA ZELÂNDIA

Segue fechada para a maioria das nacionalidades, porém o país adotou um sistema de quarentena de 14 dias que estabelece que o visitante precisa adquirir um voucher para um isolamento gerenciado pelo governo neozelandês.