PUBLICIDADE
Topo

Conforto que marcou a moda da pandemia ganha respiro com toques de fantasia

Divulgação
Imagem: Divulgação

Gustavo Frank

De Nossa

08/02/2021 09h41

Com o fim da Semana de Moda de Paris no último dia 28, ficou evidente que o conforto, embora ainda seja uma prioridade para muitas marcas e grifes ao redor do mundo, precisa encontrar um novo caminho mais próximo ao fantasioso para que o público volte a enxergar os desfiles, tanto digitais como presenciais, com magia.

A Dior, por exemplo, se inspirou na adivinhação, apresentando uma coleção dramática inspirada no tarô. A diretora criativa da grife, Maria Grazia Chiuri, afirmou com sua coleção que é preciso explorar o desconhecido, além de olhar para dentro de nós mesmos, para encarar esses novos tempos.

Vestidos longos, com transparências e veludo, foram as principais apostas para buscar essa referência, que conversava ainda com o romântico em um "conto de fadas". No fashion film, uma jovem anda por um palácio toscano e encontra encarnações vivas de alguns dos Arcanos Maiores do tarô - como "O Louco" e "A Alta Sacerdotisa".

Na mesma linha, a Fendi, com Kim Jones no lugar de Karl Lagerfeld, inspirou-se no romance "Orlando", de Virginia Woolf, sobre um aristocrata que acorda um dia como uma mulher.

O desfile trouxe diversos vestidos transparentes adornados com cristais, capas esvoaçantes e roupas andróginas bem definidas. No lugar da tradicional passarela, Jones levou a grife para o Palais Brongniart, em Paris. Modelos e celebridades como Demi Moore, Bella Hadid, Christy Turlington, Naomi Campbell e Kate Moss protagonizaram o show.

O casual exuberante

Desfile da coleção alta-costura primavera/verão da Valentino - Divulgação/Valentino - Divulgação/Valentino
Desfile da coleção alta-costura primavera/verão da Valentino
Imagem: Divulgação/Valentino

A Valentino apresentou um vídeo intitulado "Temporal" com modelos vestindo a nova coleção caminhando por um corredor na barroca Galleria Colonna, em Roma, na Itália.

Na maior parte do desfile, as roupas de dia ocuparam o centro das atenções: gabardinas extragrandes, gola alta e calças de algodão, camisas de popeline, vestidos de segunda pele e moletons forrados de caxemira. Por outro lado, as exuberâncias também não foram deixadas de lado com joias, lantejoulas e o metalizado.

Abordando um clima ainda mais íntimo, a Chanel convidou apenas uma pequena lista de convidados, como as embaixadores da marca de Penelope Cruz, Marion Cotillard e Vanessa Paradis, para se sentarem distantes um dos outros para a apresentação ao vivo da sua coleção.

As roupas, modernas e românticas, incluíam boleros com babados, saias de organza e vestidos bordados em tons pastéis, além de terninhos de tweed sem mangas e vestidos transparentes deslumbrantes com bolsos bem colocados - opções adequadas para cada tipo de convidado de casamento.