PUBLICIDADE
Topo

Nova Zelândia pede para que turistas parem de copiar fotos tiradas no país

Nova campanha de turismo do país incentiva viajantes a fugirem do clichê ao compartilharem fotos em suas redes sociais - Getty Images
Nova campanha de turismo do país incentiva viajantes a fugirem do clichê ao compartilharem fotos em suas redes sociais
Imagem: Getty Images

De Nossa

28/01/2021 11h01

Paisagens deslumbrantes não faltam na Nova Zelândia para aquele registro da viagem compartilhado no Instagram. No entanto, está faltando criatividade dos viajantes, como evidenciou a mais recente campanha de turismo do país.

Em um vídeo de dois minutos, estrelado pelo comediante Tom Sainsbury como membro do "Esquadrão de Observação Social (SOS)", a Nova Zelândia está pedindo para que os turistas parem de copiar as fotos de outras pessoas que já passaram por lá.

Na campanha, o funcionário acompanha os turistas em algumas das paisagens mais famosas do país e os incentiva a pararem de viajar "sob a influência social".

"Fui alertado para uma situação que vem acontecendo muito ultimamente", disse ele no início da campanha. "As pessoas têm visto essas fotos nas redes sociais e fazem de tudo para copiá-las."

O vídeo faz parte da campanha "Faça Algo Novo", do conselho de turismo da Nova Zelândia, que enfrenta a baixa dos turistas com a maioria deles impedidos de entrar no país em consequência do coronavírus, como parte de sua metodologia para o controle do contágio, sendo considerado o maior exemplo no mundo.

A primeira-ministra Jacinda Ardern disse no começo desta semana que as fronteiras da Nova Zelândia permanecerão fechadas na maior parte de 2021, enquanto a pandemia de covid-19 se intensifica. Para driblar o prejuízo, o país abriu uma bolha de viagens com a vizinha Austrália e pretende fazer o mesmo com outras nações do Pacífico.