PUBLICIDADE
Topo

Espada que Napoleão usou em golpe de Estado de 1799 é leiloada nos EUA

O conjunto de armas e espada de Napoleão que irá à leilão este mês - Reprodução
O conjunto de armas e espada de Napoleão que irá à leilão este mês Imagem: Reprodução

da AFP, em Nova York

04/12/2021 13h52

A espada de Napoleão Bonaparte usou durante o golpe de Estado de 1799 está sendo leiloada nos Estados Unidos, juntamente com cinco armas de fogo que pertenceram ao imperador francês, morto há 200 anos.

O valor total do lote, posto à venda pela casa Rock Island Auction Company, em Illinois, está avaliado entre US$ 1,5 milhão e US$ 3,5 milhões, ou entre R$ 8,43 milhões e R$ 19,67 milhões em cotação de hoje, segundo o comunicado.

"A espada, acompanhada de sua bainha, é a peça principal da coleção" e será vendida on-line.

A arma saiu das oficinas em Versailles do armeiro Nicolas-Noël Boutet e "Napoleão Bonaparte a levou durante o golpe de Estado do 18 de Brumário 1799" — 9 de novembro de 1799 —, explica a casa leiloeira, que se declara "número um do mundo em leilões de armas de fogo, armas brancas e material militar de coleção".

Coroado imperador em 2 de dezembro de 1804, Bonaparte ofereceu sua espada ao general Jean-Andoche Junot. Ao morrer, sua esposa teve que vender a arma que esteve primeiro em um museu de Londres e depois passou para as mãos de um colecionador americano, segundo a Rock Island Auction Company.

A casa de leilões lembra em seu comunicado que em 2007 "o sabre que levou o primeiro cônsul Bonaparte para a batalha de Marengo contra as tropas austríacas em junho de 1800 em Piamonte, Itália foi vendido em um leilão por US$ 6,5 milhões".

A França celebrou na primavera passada o bicentenário da morte de Napoleão Bonaparte em 5 de maio de 1821. Na ocasião, o presidente Emmanuel Macron fez um balanço "em claro-escuro" desta figura central da história da França e da Europa.