PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Arnaldo: Abel Braga resgata sua carreira de treinador no lugar onde poderia

Do UOL, em São Paulo

24/01/2021 04h00

Campeão mundial comandando o Internacional em 2006, Abel Braga não teve sucesso nos trabalhos mais recentes no Flamengo, no Cruzeiro e no Vasco, e mesmo o seu retorno para dirigir o clube colorado não despertou grandes expectativas após a saída do argentino Eduardo Coudet, mas o veterano treinador está fazendo uma campanha que abre a possibilidade de encerrar um jejum do clube, que não vence o Brasileirão desde 1979.

No podcast Posse de Bola #93, Arnaldo Ribeiro vê o Inter em evolução e Abel Braga conseguindo recuperar os momentos ruins da carreira nos trabalhos mais recentes e fazendo isso em um clube propício, no qual é ídolo por ter levado aos títulos de Libertadores e Mundial em 2006.

"O Abel Braga conseguiu resgatar no Internacional a possibilidade de um título que não vem desde 1979 e isso tem um valor, para quem torce para o Internacional, incomensurável. Já eram favas contadas e o tipo de jogo do Inter, os jogos do Inter vêm com uma evolução clara, os resultados meio que fortuitos na bacia das almas no começo dessa série de vitórias, já são outros resultados, embora os pontos sejam os mesmos, os três pontos, nessas últimas rodadas", afirma Arnaldo.

"A reação contra o Fortaleza, em que o time fez uma blitz no início, fez os dois gols, levou o empate e depois foi buscar o 4 a 2 jogando bem, e a atuação contra o São Paulo foi uma aula de futebol e teve tudo no jogo, inclusive lances bonitos do Internacional, contra-ataques, bola aérea, repertório. Repertório diante do até então líder do campeonato", completa.

Com o Inter sem vencer o Grêmio há 11 jogos e tendo justamente um Gre-Nal contra o time de Renato Portaluppi para disputar hoje, Arnaldo afirma que uma vitória diante do rival e o aumento da série de vitórias rumo ao título pode elevar ainda mais a condição de Abel.

"O Inter chega em uma situação que nenhum outro conseguiu até agora, que é uma sequência de vitórias impressionante e tem um desafio doméstico, que costuma provocar sequelas. Agora, o Abel Braga não tem nada a ver com essa série a favor do seu rival Renato Portaluppi nos últimos anos. O Coudet, seu antecessor, padeceu dessa série. E acho que ele tem agora um grande trunfo, se ele consegue vencer o Gre-Nal ainda nesse embalo final, aí a possibilidade de ser campeão depois de tanto tempo do Brasileirão, podendo ainda quebrar o tabu do Gre-Nal, é uma epopeia", diz o jornalista.

"É claro que os resultados conspiraram a favor e é o resultado que importa no futebol para um monte de coisas, confiança, mudança de estilo de jogo, conexão com o torcedor, possibilidade de título, contra resultado não há argumentos, em um jogo de futebol não há argumentos, e o Abel Braga resgata sua carreira de treinador no lugar onde ele podia resgatar, é o lugar onde ele sabe onde está a chave do cofre, do vestiário, do armazém, de toda a situação. Então, ele está confortável, assim como o seu rival do próximo domingo, Renato Portaluppi. É um duelo muito interessante nessa situação, é o grande jogo da rodada", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol