PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Arnaldo: Abel Ferreira pode até dar certo, mas é aposta maluca do Palmeiras

Do UOL, em São Paulo

30/10/2020 17h44

Após duas semanas sem técnico desde a demissão de Vanderlei Luxemburgo, o Palmeiras está próximo de um desfecho na contratação do português Abel Ferreira, de 41 anos, que estava comandando o PAOK, da Grécia. E o novo treinador deve chegar justamente em um momento no qual o interino Andrey Lopes, o Cebola, conseguiu uma sequência de três vitórias em três competições diferentes, como a de ontem, diante do Red Bull Bragantino, pela Copa do Brasil.

No podcast Posse de Bola #69, Arnaldo Ribeiro afirma que a contratação do português é uma aposta arriscada do Palmeiras e cita outra substituição a Luxemburgo em 2009, quando o time fazia boa campanha com o interino Jorginho Cantinflas, mas optou pela contratação de Muricy Ramalho, chegou a liderar o Brasileirão, mas não conseguiu nem mesmo a vaga na Libertadores ao final da competição.

"Se eu fosse dirigente de um clube grande eu buscaria um treinador fora, mas de ouvir sete 'nos', eu não pegaria qualquer um e o Palmeiras está fazendo uma aposta", diz Arnaldo.

"O Palmeiras com esse cara só deve ter uma resposta, até ele pegar o jeito, olhar e tal lá em 2021. E a temporada 2020 do Palmeiras está mamão com açúcar, esse é o dilema. O Palmeiras já viveu isso com o Jorginho Cantinflas e Muricy. Então esse fantasminha está lá na cabeça do torcedor palmeirense", completa.

O jornalista afirma que faria mais sentido ao Palmeiras buscar um treinador sul-americano ao considerar as chances que o time tem na Libertadores após o sorteio que colocou o Delfín, do Equador, como adversário nas oitavas de final e com o vencedor de Jorge Wilstermann, da Bolívia, e Libertad, do Paraguai, nas quartas de final.

"Não é que o Cebola é a solução para tudo, mas em poucos dias ele já conseguiu explorar mais do elenco e da característica do elenco do que o Luxemburgo. Então eu acho que o Palmeiras, de novo, o dilema é isso, o que o presidente quer? Ter um técnico exemplar, modelo, para o final do mandato dele que é no ano que vem, mas esse ano para o Palmeiras é precioso, tem muita coisa boa em disputa. A Libertadores nunca esteve tão viável para o Palmeiras pelo caminho que se abriu", analisa Arnaldo.

"Esse é o dilema, 'vou trazer o português e até ele chegar eu já estou com o mata-mata da Libertadores'. Vai dar certo? Não sei. É uma pressão grande, só que uma coisa é você trazer um técnico sul-americano, que está aqui ao lado vendo o Palmeiras jogar e que conhece a Libertadores, o [Miguel Angel] Ramírez, o [Gabriel] Heinze ou qualquer um, o [Eduardo] Coudet, que o Inter trouxe. Outra coisa é você buscar um europeu lá. Você não está buscando o auxiliar do Guardiola, você não está buscando nem o Jorge Jesus, você está apostando em um português jovem que dirige o PAOK da Grécia", completa.

Vitória sobre Jorge Jesus pesou na escolha do Palmeiras

Arnaldo ressalta que a eliminação do Benfica de Jorge Jesus pelo PAOK, treinado por Abel Ferreira, na fase preliminar da Liga dos Campeões pesou na decisão de o Palmeiras contratar o treinador.

"Mas claro que pesou, é óbvio que pesou. Esse cara era um desconhecido completo até passar aqui o jogo para o Brasil e ganhar do Jorge Jesus e pesou, claro que pesou. Você acha que os caras conheciam esse cara? O cara dirige o PAOK, da Grécia, o futebol grego é uma piada. A multa do cara era 7 milhões de euros, caiu para 600 mil", afirma o jornalista.

"É uma aposta maluca na minha opinião. Pode dar certo, pode revolucionar, para mim é uma aposta maluca. Eu só acho que o Palmeiras quando demitiu o Luxemburgo não tinha ideia do que fazer e achou que com a grana contrataria qualquer um", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol