PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Palmeiras faz 3 gols em 30min e bate Bragantino com facilidade fora de casa

Do UOL, em São Paulo

29/10/2020 20h55

Classificação e Jogos

O Palmeiras venceu o Red Bull Bragantino hoje (29), por 3 a 1, na partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, e deu um bom passo no mata-mata. Com início avassalador no estádio Nabi Abi Chedid, o Verdão fez seus três gols nos primeiros 30 minutos, com Raphael Veiga, Wesley e Luiz Adriano. Jan Hurtado descontou no segundo tempo.

Depois do resultado fora de casa, o Palmeiras pode perder por um gol de diferença na semana que vem (dia 5), no Allianz Parque — o gol como visitante não é critério de desempate. Portanto, se o Bragantino vencer por dois gols na volta, independentemente do placar, a decisão do confronto será nos pênaltis.

Até o reencontro das equipes, a expectativa é de que o Verdão confirme seu novo técnico. O português Abel Ferreira, do PAOK (GRE), tem negociações avançadas para assumir o cargo vago desde a demissão de Vanderlei Luxemburgo, há pouco mais de duas semanas.

O MELHOR: Wesley segue desequilibrando

A fase de Wesley é ótima, e o atacante mais uma vez acabou como um dos destaques do Palmeiras. Ele liderou o time com dribles e iniciou a jogada do primeiro gol. Aberto pela esquerda, o camisa 47 tem sido peça importante na equipe do interino Andrey Lopes. Além disso, vem melhorando na hora de decidir jogadas e marcou mais uma vez hoje.

OS PIORES: Laterais do Braga sofrem

Aderlan e Edimar vão ter pesadelos com os atacantes do Palmeiras. Eles ficaram muito expostos e viram o adversário deitar e rolar em contragolpes pelos lados do campo.

FELIPE MELO VOLTA AO MEIO

A principal mudança do Verdão foi a volta de Felipe Melo para o meio-campo, mandando Patrick de Paula novamente para o banco. Zagueiro desde o início de 2020, o capitão alviverde deu uma bonita assistência para o gol de Wesley, mas acabou amarelado no segundo tempo por uma falta em Claudinho na meia-lua.

ATUAÇÃO DO RED BULL BRAGANTINO

O time de Maurício Barbieri teve desempenho desastroso em sua casa. Mesmo com mais de 60% da posse de bola durante boa parte do tempo, criou pouquíssimo perigo, e sempre que contra-atacado estava desarrumado. Bem bloqueada pelo Palmeiras, a equipe de Bragança Paulista melhorou no segundo tempo e conseguiu descontar. O placar poderia ter sido bem pior.

ATUAÇÃO DO PALMEIRAS

Além de bem posicionado defensivamente, o Palmeiras foi avassalador roubando a bola e acelerando jogadas. Wesley e Rony pelos lados, e Zé Rafael ajudando na transição tiveram papéis importantes para construir o resultado. A estratégia de Andrey Lopes foi muito bem executada no primeiro tempo. Depois do intervalo, porém, o Verdão acabou recuando demais e perdeu a chance de deixar a vaga mais bem encaminhada.

CRONOLOGIA DO JOGO

O Palmeiras garantiu rapidamente a vitória no confronto pela Copa do Brasil, já que na primeira meia hora estava com o 3 a 0 a seu favor. Raphael Veiga, aos quatro minutos, concluiu a jogada de Zé Rafael para abrir o placar, Wesley ampliou depois de lançamento de Felipe Melo aos 17, e Luiz Adriano aproveitou a sobra dentro da área, aos 27, em um início avassalador do Verdão.

O Red Bull Bragantino voltou do intervalo tentando incomodar para amenizar o prejuízo, mas teve dificuldades para furar o bom bloqueio alviverde — os jogadores do Palmeiras, mostraram-se bastante ligados e combatendo muito durante todo o tempo. A partir das trocas de Maurício Barbieri, porém, os donos da casa apertaram mais e Jan Hurtado conseguiu descontar em forte chute, aos 37 da etapa final.

FICHA TÉCNICA:
RED BULL BRAGANTINO 1 x 3 PALMEIRAS


Local: estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Data: 29 de outubro de 2020, quinta-feira
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiesdorf Flor (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Cartões amarelos: Edimar, Claudinho (RBB); Raphael Veiga, Wesley, Felipe Melo (PAL)
GOLS: Raphael Veiga, aos quatro minutos do 1º tempo (0-1); Wesley, aos 17 minutos do 1º tempo (0-2); Luiz Adriano, aos 27 minutos do 1º tempo (0-3); Yan Hurtado, aos 36 minutos do 2º tempo (1-3)

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Ryller, Evangelista (Uillian Corrêa) e Claudinho (Cuello); Tubarão (Luís Phelipe), Artur (Morato) e Ytalo (Jan Hurtado). Técnico: Maurício Barbieri.

PALMEIRAS: Weverton; Gabriel Menino, Luan, Gustavo Gómez e Viña; Felipe Melo, Zé Rafael e Raphael Veiga (Lucas Lima); Wesley (Gustavo Scarpa), Rony (Willian) e Luiz Adriano (Ramires). Técnico: Andrey Lopes (interino)

Futebol