PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mauro Cezar: "Acho que às vezes a histeria do Sampaoli passa do ponto"

Do UOL, em São Paulo

27/10/2020 04h00

O Atlético-MG tinha a chance de retomar a liderança do Campeonato Brasileiro ao jogar em casa contra o Sport, que vinha de cinco derrotas, mas ficou no empate sem gols no sábado e não se beneficiou da igualdade entre Internacional e Flamengo, adversários diretos na briga pelo título. E Jorge Sampaoli não aliviou em seu comportamento à beira do campo durante a partida no Mineirão.

No podcast Posse de Bola #68, Mauro Cezar Pereira afirma que vê um certo exagero nas ações de Sampaoli à beira do campo e acredita que a histeria do treinador às vezes pode atrapalhar o time em algumas circunstâncias, como a do jogo com o Sport.

"Eu acho também que o Sampaoli com aquela histeria dele na beira do campo atrapalha um pouco em alguns momentos. Não tem cabimento você estar na primeira metade do primeiro tempo do jogo, está 0 a 0, tem jogo pra caramba e o cara está ali enlouquecido. Calma, tem jogo, o gol deve surgir, trabalha com calma!", diz Mauro Cezar.

"Às vezes eu acho que a histeria dele passa do ponto, você vê o cara no primeiro tempo e não está arrancando os cabelos porque não tem. Calma! O time está jogando melhor, está criando, o gol vai sair em algum momento, mas tem que ter calma. Aí os jogadores todo mundo com os nervos à flor da pele e isso favorece o time que está se defendendo, joga em cima desse desespero", completa.

Mauro ressalta as qualidades do treinador, mas coloca como negativo o seu comportamento em um jogo no qual o time criou chances e não conseguiu fazer o gol para vencer a equipe pernambucana que havia sido derrotada com placares amplos por Inter e Flamengo.

"Eu acho que o Sampaoli é genial, é ótimo, é sensacional, mas isso eu acho que parece atrapalhar. No sábado, eu fiquei o tempo todo com essa sensação, o Atlético-MG vai se complicar em um jogo que era para ser fácil para ele. O Sport perdeu os cinco jogos anteriores e tomou oito gols dos times que brigam com o Atlético-MG pela liderança, cinco do Inter lá em Pernambuco e três do Flamengo que foi 5 a 3 e 3 a 0, e o Atlético-MG não conseguiu fazer um gol nesse time que vinha de cinco derrotas", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol