PUBLICIDADE
Topo

Podcast

Posse de Bola

Programa semanal de futebol com Juca Kfouri, Mauro Cezar Pereira, Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi


Posse de Bola #68: Inter, Fla, Galo e Flu no G4; Diniz supera Ceni nos pênaltis

Do UOL, em São Paulo

26/10/2020 11h36

Internacional e Flamengo duelaram pela liderança do Campeonato Brasileiro e fizeram um jogo muito elogiado no empate em 2 a 2, comparado a partidas de destaque do futebol europeu no fim de semana, mesmo com os times tendo desfalques importantes, e o fim de semana teve um novo tropeço do Atlético-MG de Sampaoli, o Fluminense entrando no G4, o Palmeiras voltando a vencer e o confronto entre São Paulo e Fortaleza na Copa do Brasil, decidido nos pênaltis com a classificação do time comandando por Fernando Diniz.

No podcast Posse de Bola #68, os jornalistas Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira analisam as principais partidas do fim de semana, o empate dos líderes no Beira-Rio, o jogo também agitado entre São Paulo e Fortaleza, e outros destaques, como a saga do Palmeiras na busca por um novo técnico e o Corinthians tentando ficar distante da zona do rebaixamento.

Juca afirma que o jogo entre os times comandados por Eduardo Coudet e Domènec Torrent não ficou devendo em nada para os de algumas das principais ligas europeias, citando inclusive o clássico entre Barcelona e Real Madrid, disputado no último sábado.

"Foi um jogo memorável e o jogo que abre perspectivas para que a gente tenha boas expectativas, vamos ter aí um Palmeiras e Atlético-MG no fim de semana, vamos ter Flamengo e São Paulo enfim, deu uma animada do ponto de vista que resgata o amor-próprio do futebol brasileiro do torcedor que gosta de bom futebol esse jogo do Inter e do Flamengo", diz Juca.

"Foi realmente um dia que a Premier League assinaria e adoraria ser sede desse jogo, foi melhor que Real Madrid e Barcelona, de fato, e os alemães também gostariam de ter um jogo como esse em Munique, em Berlim, em Stuttgart, em Dortmund, onde quer que fosse, foi um baita jogo de futebol, com quem da seleção brasileira? Everton Ribeiro? Só. O que dá a medida que ainda temos bons jogadores e bons times aqui", completa.

O jornalista destaca que o Inter teve méritos no primeiro tempo ao pressionar a defesa flamenguista ao erro, assim como o time rubro-negro conseguiu o empate apenas nos acréscimos, mas já merecia melhor sorte antes pela atuação que teve na etapa final.

"Um baita jogo o tempo todo, um Inter que se deu melhor até por forçar os erros que forçou a defesa do Flamengo fazer no começo do jogo, e depois o segundo tempo extraordinário do Flamengo, eu vou lhe dizer uma coisa, eu sei que o torcedor colorado deve estar sentido, afinal, tomou um gol aos 50, mas na verdade o Flamengo fez por merecer até melhor sorte no segundo tempo, porque o Heitor, que é o terceiro lateral do Inter, salvou duas bolas na risca", analisa Juca.

Apesar do empate, o Flamengo reclamou de lances não analisados pelo VAR, como um toque da bola no braço do zagueiro Rodrigo Moledo, do Inter, dentro da área. Mauro Cezar Pereira ironiza o fato de usarem o termo 'Varmengo' quando lances do clube são corrigidos e o vídeo não ter sido utilizado para a conferência de um lance que seria a favor do time rubro-negro, mas destaca que pelo nível de jogo não requer a discussão a respeito da arbitragem.

"Não entendo por que o não VAR foi acionado pelo menos para tirar uma eventual dúvida, já que falam tanto. Podemos dizer que o Flamengo jogou desfalcado de Bruno Henrique, Gabigol, o Flamengo jogou desfalcado de Arrascaeta, Diego, Rodrigo Caio e também desfalcado do 'Varmengo', porque ontem o Varmengo não entrou em campo e pelo amor de Deus, como é que o cara não para pra ver aquele lance do Moledo?", questiona Mauro.

"Enfim, acho que nem vale à pena ficar falando de arbitragem com um jogo desse porte dentro da nossa realidade, já que isso não é a nossa rotina, os jogos não são bons assim normalmente", conclui.

O programa também debate se a classificação do São Paulo para as quartas de final da Copa do Brasil nos pênaltis diante do Fortaleza foi justa, após o time cearense igualar um jogo no qual perdia por 2 a 0 fora de casa, se o Corinthians está livre do rebaixamento, o sorteio do grupo do Palmeiras na Libertadores e a indefinição no comando técnico do time.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.