PUBLICIDADE
Topo

Inglês - 2020/2021

Torcedores ingleses deverão evitar grandes comemorações em retorno aos estádios

Vista do Stamford Bridge, estádio do Chelsea, lotado de torcedores - REUTERS/Eddie Keogh
Vista do Stamford Bridge, estádio do Chelsea, lotado de torcedores Imagem: REUTERS/Eddie Keogh

Martyn Herman

01/12/2020 12h26

Os torcedores voltarão aos estádios para assistir partidas do Campeonato Inglês amanhã, quando vários times reabrirão as portas para um público limitado, mas a experiência estará longe do que estão acostumados.

Eles terão que lidar com vias de mão única, medições de temperatura, horários rígidos de entrada e barracas de alimento mínimas - e as comemorações de gols devem ser contidas.

Os clubes de segunda divisão Luton Town e Wycombe Wanderers assinalarão o fim do lockdown nacional da Inglaterra quando receberem Norwich City e Stoke City, respectivamente.

Tirando alguns eventos-piloto em alguns jogos da segunda divisão que acolheram mil torcedores em setembro, os estádios de futebol ingleses estão em silêncio desde que a pandemia de covid-19 se instaurou, em março.

No caso do Luton, cadeiras serão distribuídas pelo clube para garantir o distanciamento social, questionários de saúde e medições de temperatura serão obrigatórios e os torcedores terão que respeitar horários de entrada selecionados.

Máscaras também serão exigidas, e depois do apito final os torcedores terão que sair uma fileira por vez.

O Arsenal será o primeiro time da primeira divisão a acolher torcedores para uma partida competitiva desde março quando receber o Rapid de Viena pela Liga Europa na quinta-feira.