PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Acuña exalta vitória do Coritiba após sequência de resultados ruins: 'A vitória veio pela raça'

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

04/07/2022 00h10

Na noite do último domingo (03), o Coritiba recebeu a equipe do Fortaleza no Couto Pereira em partida válida pela 15ª rodada do Brasileirão Série A. Com um final de jogo agitado, o Verdão venceu por 2 a 1 e no momento ocupa a 12ª colocação na tabela com 18 pontos conquistados.

Para saber tudo do Coritiba siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook. E se inscreva no nosso YouTube!

Após o triunfo, o técnico Gustavo Morínigo não participou da coletiva de imprensa pois passou mal e Toro Acuña, auxiliar técnico, foi em seu lugar e inicialmente falou sobre a importância deste resultado positivo após a sequência ruim:

? É uma vitória importante. No futebol tem que ganhar, o que importa é o resultado, mas sempre buscamos um bom rendimento. Hoje, por coisas do futebol, o primeiro tempo creio que iniciamos muito bem. Segundo tempo, para o nosso entendimento, ficamos muito atrás.

Na sequência foi questionado da diferença do Coritiba do primeiro e do segundo tempo, e o que levou o time a buscar a vitória até o último minuto:

? Sempre depois dos jogos analisamos as coisas, e hoje precisamos saber porque ficamos muito atrás. Isso não acontecia há muito tempo, mas houve mérito do rival, que jogou com três zagueiros, fez muitos cruzamentos. Não estávamos em um bom dia, sofrendo um pouco, e creio que a vitória veio pela raça que é o Coritiba.

Foi perguntado também sobre qual é a explicação para alguns jogadores terem caído de rendimento:

? Analisamos sempre todos os jogadores, um por um, para entender o motivo que caíram de rendimento, o que acontece eventualmente. Necessitamos que os jogadores que caíram de nível voltem a jogar como fizeram na primeira parte do campeonato. Falaremos com eles, muitas coisas passam por eles, coisas pessoais podem afetar os seus desempenhos. O importante foi vencer, dar confiança para trabalhar e ter mais tranquilidade antes da partida contra o Juventude, que será em casa e aqui temos que nos fazer respeitar.

Aos 40′ da etapa final, o lateral Nathan Mendes recebeu cartão vermelho e a partir daí o Verdão passou a sofrer ainda mais pressão. Acuña foi questionado como tratar o psicológico para seguir buscando a vitória:

? Eu creio que os jogadores têm que estar preparados para esta situação, que não é a primeira vez que acontece, que ficamos com 10 homens e temos que afrontar isso. Para isso se trabalha durante a semana, para isso há profissionais trabalhando com os jogadores.. Demonstraram que estão capacitados, demonstraram que queriam ganhar o jogo, foram para frente estando com um a menos.

Acuña falou também sofre o setor defensivo do time, que pelo sétimo jogo consecutivo sofreu gol. Disse que é necessário mais concentração dos jogadores e que trabalharão durante a semana para voltar a não sofrer gols. Elogiou também a partida do atacante Fabrício Daniel, que atuou tanto quanto ponta, como também mais pra frente de centroavante.

Por fim, foi questionado sobre a importância de Léo Gamalho, que atuou durante os 90 minutos e fez o gol que abriu o placar no Couto Pereira:

? Léo é um jogador muito importante para nós… Correu muito, ajudou muito. Dá muito respiro aos nossos meias, aos nossos volantes e hoje creio que fez um bom jogo também. Se esforçou, se sacrificou e a verdade que não é para felicitar apenas o Léo mas todo o time, que fez um grande trabalho.

Futebol