PUBLICIDADE
Topo

Futebol

GP do Reino Unido terá espanhol na pole position depois de 10 anos

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

02/07/2022 18h00

A pole position voltou para um piloto espanhol na Fórmula 1 após quase 10 anos. Antes da volta mais rápida de Carlos Sainz neste sábado, 2, o traçado de Silverstone havia sido conquistado por apenas outro espanhol: Fernando Alonso. Além do retrato histório, o GP do Reino Unido promete emoção com as duas Ferraris e Red Bulls nas duas primeiras filas, e ainda chance de chuva durante a corrida.

(Divulgação / F1)
Silverstone é terceiro traçado mais rápidod a F1, atrás apenas de Monza e Jeddah (Divulgação / F1)

Mesmo com a chuva afetando a classificação, nenhum piloto sofreu acidentes e as bandeiras vermelhas não foram necessárias no sábado. O momento de mais “emoção” foi quando o campeão da Fórmula 1, Max Verstappen, completou um 360º em sua volta rápida, mas sem prejudicar sua Red Bull.

A atenção na largada deste domingo, 3, marcada para às 11h, horário de Brasília, é Carlos Sainz saindo da primeira colocação. O desempenho do espanhol na Ferrari tem diversos pontos problemáticos, mas uma boa performance na largada nesta corrida pode auxiliar seu companheiro, Charles Leclerc, a se recuperar no Campeonato de Pilotos.

Siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

O GP do Reino Unido é uma marca importante no campeonato por ser uma chance de reação da Ferrari e de Leclerc após uma corrida no Canadá de contenção de danos. O monegasco largou em penúltimo e conquistou a quinta colocação.

Na última temporada, a corrida no Reino Unido foi palco para uma das colisões entre Max Verstappen e Lewis Hamilton, enquanto ambos disputavam o título. No caso, Verstappen abandonou e o britânico foi punido com 10s. Apesar disso, Hamilton acabou vencendo a corrida.

(Divulgação / F1
Colisão entre Lewis Hamilton e Max Verstappen levantou polêmicas sobre quem foi o responsável (Divulgação / F1)

A Ferrari chega em Silverstone 76 pontos atrás da Red Bull após uma sequência complicada em Baku e Montreal, e após o Reino Unido há ainda 12 corridas para serem disputadas na temporada. Além do desempenho dos dois pilotos Ferraristas, a atenção também está voltada ao desempenho da Mercedes com Lewis Hamilton. O heptacampeão é o mais vitorioso no GP britânico, e tenta sua nona vitória.

(Divulgação / F1)
(Divulgação / F1)

Futebol