PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Charles 'Do Bronx' responde Justin Gaethje: 'Luta mais feia que já vi'

Justin Gaethje, lutador do UFC - Jeff Bottari/Zuffa LLC
Justin Gaethje, lutador do UFC Imagem: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Ag. Fight

Ag. Fight

14/10/2021 13h18

Ao que parece, o ataque feito por Justin Gaethje não foi bem recebido por Charles Oliveira. Recentemente, o americano questionou as habilidades de 'Do Bronx' e afirmou que o mesmo desiste das lutas, quando se encontra em posição desfavorável no octógono. No auge da confiança por alcançar o status de campeão do peso-leve (70 kg) do UFC ao nocautear Michael Chandler, em maio, o brasileiro respondeu e mostrou que também evoluiu no 'trash talk'.

Em entrevista a site 'MMA Fighting', Charles frisou que, como Gaethje não luta desde outubro de 2020, precisa provocar para seguir em destaque no peso-leve do UFC. Inclusive, 'Do Bronx' aproveitou para lembrar que o americano não foi páreo para Khabib Nurmagomedov, campeão da categoria no período, e o provocou, ao classificar sua atuação como pífia. No duelo contra o russo, realizado em Abu Dhabi (EAU), 'The Highlight', apontado por parte da imprensa especializada como uma ameaça ao reinado de 'The Eagle', foi dominado na trocação, seu ponto forte, e finalizado no segundo round, sem oferecer qualquer tipo de resistência.

"Chandler foi contratado pelo UFC para lutar pelo cinturão e teve a oportunidade dele. Ele acertou um bom golpe, teve a oportunidade de me nocautear e vencer a luta, mas não conseguiu. Fui lá e venci por nocaute. Gaethje teve a oportunidade de lutar pelo cinturão contra Khabib e todos viram o que aconteceu, não preciso falar o que aconteceu. Foi a luta mais feia que já vi na minha vida, ele morreu, então não tenho nada a dizer", declarou o campeão do UFC, antes de completar.

"Você sabe quando um cara precisa falar para estar no centro das atenções. Para mim, é isso que está acontecendo aqui. Ele precisa falar para estar no centro das atenções. No dia 11 de dezembro, vou lutar contra Poirier e se Deus quiser que eu vença e continue com esse cinturão, esses caras têm que vencer, têm que lutar. Se vencerem, podem vir. Eles podem tentar e ver se eu desisto. Eles não entendem que é um novo Charles, mentalmente, fisicamente e espiritualmente", explicou o lutador.

Curiosamente, após a dura derrota para Khabib, Gaethje voltou sua mira para Charles e criticou o UFC por escalar o brasileiro e Chandler para a disputa pelo título vago do peso-leve. Irritado, o americano afirmou que 'Do Bronx' não é o melhor lutador da divisão, mesmo sendo dono do cinturão, e o acusou de fraquejar em situações delicadas. Sendo assim, o campeão da categoria lembrou que conseguiu superar o momento de adversidade diante do ex-número um do Bellator e encerrou o duelo na sequencia, algo que 'The Highlight' não teve êxito contra o russo. Além disso, o paulista afirmou que o rival precisa lutar mais e falar menos.

"Eles podem bater forte, mas vão aguentar quando eu bater de volta? Sou o mesmo Charles que não fala. Fico quieto, mas esses caras só querem atenção. E como eles procuram por isso? Gaethje não luta há o que, um ano? Todos viram sua última luta. Faz algum tempo. O que acontece é que se você não briga, tem que falar para chamar a atenção. Chandler acertou um bom golpe, me bateu por três minutos, fez tudo que podia e eu não desisti. Por que?", analisou Charles, antes de completar.

"Estou em um ótimo lugar. Quando eu acertei, ele desistiu. O que eles estão dizendo não faz muito sentido. Aqueles que pensam que sou um desistente, precisam vencer suas lutas e merecer. Veremos quem desiste, quem perde. Mas venham prontos tanto em pé quanto no chão. Isso é o que tenho a dizer. Não adianta falar. Se falar ganhasse brigas, colocaria um papagaio para ganhar lutas, porque ninguém fala mais do que eles. Tenho uma arara vermelha na minha fazenda e ela fala o dia todo, então ganharia tudo", concluiu.

Apesar da rivalidade recente, Charles Oliveira e Justin Gaethje se preparam para a disputa de lutas de extrema importância no peso-leve do Ultimate e podem se enfrentar no futuro. Campeão da categoria, 'Do Bronx' vai colocar seu cinturão em jogo pela primeira vez diante de Dustin Poirier, no UFC 269, que será realizado em dezembro. Já 'The Highlight' vai medir forças com Michael Chandler na edição de número 268, que acontece em novembro, em Nova York (EUA).

MMA