PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Marreta promete aliar agressividade e experiência para vencer Johnny Walker

Thiago Marreta se exibe após subir na balança do UFC - Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images
Thiago Marreta se exibe após subir na balança do UFC Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Carlos Antunes, no Rio de Janeiro (RJ)

Ag. Fight

23/09/2021 06h00

No próximo dia 2 de outubro, Thiago 'Marreta' vai ter uma grande oportunidade para se reencontrar com o caminho das vitórias no Ultimate. Atualmente, o brasileiro acumula três reveses seguidos, dois deles após realizar cirurgias nos joelhos que o deixaram afastado das competições por mais de um ano. No seu próximo compromisso, o meio-pesado (93 kg) enfrenta o compatriota Johnny Walker, em um encontro de nocauteadores na luta principal do UFC Vegas 38.

Consciente do momento que atravessa, 'Marreta' adiantou que essa luta pode marcar uma nova etapa de sua carreira. Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight (clique aqui), o brasileiro garantiu que recuperou a confiança que havia sido abalada pelo período de inatividade e pelas recentes derrotas. Portanto, o lutador prometeu mostrar uma versão sua ainda mais letal, aliando sua agressividade e experiência.

"Tenho certeza que para essa luta eu vou mostrar algo muito melhor do que as minhas últimas duas lutas. Estou me sentindo melhor e tenho certeza que vai ser outro Thiago 'Marreta'. Essas duas lutas que passaram me trouxeram experiência e confiança que eu precisava para eu voltar a lutar como antes. Você ficar muito tempo parado é diferente. Então peguei duas lutas, voltando ao ritmo e vou estar muito melhor. (Vou atuar) Bem agressivo, mas consciente. Não é só entrar lá e sair na mão. Sou um veterano, então tenho bastante experiência e tenho que usar isso na hora da luta", explicou o carioca.

'Marreta' pode encontrar em Walker o adversário perfeito para colocar em prática tudo que tem em mente. Johnny é conhecido pelo seu estilo agressivo e impressionou em suas primeiras atuações no UFC com nocautes relâmpagos. No entanto, o 'ex-TUF Brasil 2' sabe que não pode se iludir e esperar que seu adversário atue como ele imagina.

"Não creio que ele vá facilitar minha vida e fazer um jogo que não case com o meu, vai tentar manter a distância, não vai vir para o infight. Vamos ver. No nível que estamos, não é só entrar lá e trocar porrada, tem toda uma estratégia e temos que estar preparados para tudo. Não é só porque ele é striker que pode fazer isso, ele pode fazer o jogo de grappler, um antijogo e tentar algo novo para mesa", afirmou o atleta.

Embora o estilo falastrão ganhe mais holofotes no mundo do MMA, principalmente no Ultimate, 'Marreta' nunca aderiu esse estilo e parece não se arrepender por isso. Por outro lado, Johnny Walker adota postura diferente e provoca seus adversários. Questionado sobre como lidar com esse confronto de estilos fora do cage, o ex-paraquedista do exército brasileiro foi direto.

"É uma característica dele, nada contra. É um estilo dele, promovendo a luta. Eu tenho o meu estilo, deixo um pouco de lado essas coisas e fazer lá em cima. Tenho que fazer isso. Mas faz parte. Não preciso (promover a luta), porque tenho muitos fãs que gostam de assistir a minha luta, sentem falta, sempre perguntam quando vou lutar de novo", finalizou.

Thiago 'Marreta', de 36 anos, ocupa a quinta posição no ranking dos meio-pesados do Ultimate. O brasileiro estreou no UFC em 2013, disputou 21 lutas, venceu 13, sendo 11 por nocaute, e levou a pior oito vezes. O carioca viveu seu melhor momento na organização de 2018 a 2019, quando engatou quatro vitórias seguidas que o levaram a disputar o cinturão da franquia contra Jon Jones, até então campeão da categoria.

MMA