PUBLICIDADE
Topo

MMA


Suspenso pela USADA, Dillashaw revela promessa de lutar por cinturão do UFC

Ag. Fight

06/04/2020 12h26

Suspenso por dois anos pela USADA (agência antidoping americana) por ter testado positivo para substâncias proibidas antes de seu combate contra Henry Cejudo - em janeiro de 2019 -, TJ Dillashaw tem planos ambiciosos para seu retorno aos octógonos. Em entrevista ao site 'MMA Junkie', o ex-campeão peso-galo (61 kg) do UFC revelou que uma luta pelo título pode estar em seu futuro, assim que esteja apto a retomar sua carreira.

Com pouco mais de um ano da suspensão cumprida, o americano estaria elegível para retornar ao octógono a partir do dia 19 de janeiro de 2021. Apesar de reafirmar seu interesse por uma chance de recuperar o cinturão dos galos - abdicado por ele após ser flagrado no exame antidoping -, Dillashaw admitiu que, em razão de seu erro, não está em condições de exigir um 'title shot' em seu retorno. Mesmo assim, o ex-campeão ressaltou que pretende encarar um lutador do top 5 da categoria logo em sua primeira luta após a punição.

"Disseram para mim que eu teria uma luta pelo título quando voltasse, mas isso não significa nada. Eu cometi um erro - eu não tenho direito a nada. Mas se fosse minha escolha, (o retorno) seria uma luta de título. Se não, um top 5 para provar que eu deveria ter essa luta de título. Eu acho que faz sentido. Estou torcendo para ser jogado aos cachorros. Se eu não conseguir essa luta pelo título, eu quero alguém do top 5, para que eu possa ter meu title shot. Não estou aqui para brincar. Quero meu cinturão de volta. Ele ainda é meu. Eu vou estar pronto", declarou TJ Dillashaw.

Com 34 anos completados em fevereiro deste ano, Dillashaw tem ciência de que o tempo corre contra ele, especialmente se ele ainda tiver a intenção de recuperar o cinturão. Campeão peso-galo em duas ocasiões, o americano busca conquistar o título pela terceira vez e, com isso, apagar um pouco o episódio do doping.

"Agora eu acho que eu tenho a oportunidade de ser campeão por três vezes, o que é absurdo. Eu não sinto como se eu deveria ter perdido (o cinturão) na primeira vez. Eu consegui reconquistá-lo novamente. Eu tenho que passar por essa m*** de processo pela terceira vez", concluiu.

TJ Dillashaw conquistou o título peso-galo do UFC pela primeira vez em maio de 2014, quando superou o então campeão Renan 'Barão'. Após perder o cinturão para Dominick Cruz, em janeiro de 2016, o americano recuperou a cinta ao nocautear Cody Garbrandt em novembro de 2017, e se manteve soberano até abdicar da coroa em março do ano passado, por ter testado positivo positivo para substâncias ilícitas em exame antidoping.

MMA