PUBLICIDADE
Topo

MMA


Domimick Reyes revela plano para ser um exemplo de campeão no UFC

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Ag. Fight

06/02/2020 10h00

Dominick Reyes parece mesmo estar confiante em um triunfo sobre Jon Jones no UFC 247, programado para este sábado (8), no Texas (EUA). Afinal de contas, antes mesmo do confronto, o desafiante ao cinturão meio-pesado (93 kg) já planeja a forma como vai lidar com a fama de um campeão do Ultimate. O plano de 'The Devastator', como é conhecido, é se tornar uma espécie de exemplo em que as pessoas - sobretudo os mais jovens - possam se espelhar.

De forma indireta, Dominick alfinetou Jones, ao afirmar que já tem 30 anos, e não 23 - idade com que 'Bones' foi campeão - e, por isso, tem a maturidade necessária para ser um bom exemplo como lutador. Vale ressaltar que o atual rei dos meio-pesados já se envolveu em inúmeras polêmicas fora dos octógonos.

"Não importa do que, você é um exemplo. Crianças vão se espelhar em você, independentemente de qualquer coisa, queira você ou não. Tenho sobrinhos e sobrinhas, tenho um irmão de dez anos que se espelha em mim. Essas crianças se veem em mim todos os dias, então já estou nesse papel. Eu não sou perfeito, cometo erro. Bebo às vezes, saio. Mas é tudo sobre ser responsável e não ser um babaca quanto a isso", destacou Reyes, antes de complementar.

"Me preparei para estar nesse patamar mina vida toda. Me preparei durante toda a vida para ser um atleta famoso. No meu caso, não me tornarei campeão com 23 anos, tenho 30 agora. Treinei relação com a mídia, sei como agir. Sou muito elegante com minha postura em relação a tudo. Não vou sair e começar a fazer loucuras, usar drogas e beber todo dia. Sou muito profissional sobre como me apresento e como toco minha vida. Sou feliz sendo eu, ser campeão não vai mudar quem sou. Quando me tornar campeão, vai ser apenas algo a mais no meu currículo", completou o desafiante, em entrevista ao site 'MMA Fighting'.

Reyes pode entrar para a história como o primeiro desafiante a superar Jones. Oficialmente, o americano já foi derrotado por Matt Hamill em 2009, mas o revés foi oriundo de um golpe ilegal aplicado por Bones logo no início da disputa. Desta forma, o status de 'imbatível' do campeão meio-pesado segue intacto no UFC.

MMA