PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Com massacre sobre Hooker, Barboza confirma Brasil invicto no UFC Milwaukee

Edson Barboza comemora após vencer Anthony Pettis no UFC 197, em abril de 2016 - John Locher/AP
Edson Barboza comemora após vencer Anthony Pettis no UFC 197, em abril de 2016 Imagem: John Locher/AP

16/12/2018 00h57

Em uma das maiores demonstrações de superioridade dos 25 anos de história do UFC, Edson Barboza nocauteou Dan Hooker no UFC Milwaukee, neste sábado (15). O brasileiro massacrou o adversário durante pouco mais de dois rounds, machucando rosto, abdômen e pernas do rival com muita potência e impacto. No assalto final, persistentes golpes na região do estômago e das costelas de Dan sacramentaram o triunfo.

Mas, se a atuação de Edson foi irrepreensível, não se pode deixar de destacar a impressionante resistência de Hooker. Apesar de destruído pelos golpes do lutador da American Top Team, Dan permaneceu avançando até que não conseguisse mais. A incrível tenacidade do neozelandês fez com que a transmissão do Ultimate quebrasse o protocolo e seguisse, com suas câmeras, o atleta durante todo o caminho do octógono aos vestiários. Entre os funcionários que acompanhavam o perdedor, estava ninguém menos do que Dana White, presidente do Ultimate.

O primeiro round foi desenhado pelos chutes. Enquanto o brasileiro apostou nestes golpes direcionados para as pernas, a fim de minar a movimentação do neozelandês, Hooker mirou mais nas costelas de Edson. Pela contundência e pelo volume dos contragolpes, o fluminense levou com muita vantagem o round. Do meio para o fim, socos ainda abalaram fortemente o rival, definindo claramente um assalto que deveria ser pontuado como 10-8.

Os cinco minutos seguintes revelaram uma mudança de postura de Dan, que passou a pressionar muito Barboza, tentando transformar o confronto em uma briga franca e sem técnica. A aproximação constante do neozelandês, inclusive, passou a dificultar os chutes baixos do brasileiro, e equilibrou, por pouco tempo, a luta. Hooker conseguiu uma queda, ficou em vantagem, mas, já muito desgastado, não conseguiu evoluir. Em pé, Edson voltou a massacrar o adversário, que, no intervalo, foi questionado repetidas vezes pelo médico do Departamento de Segurança e Serviços Profissionais do Wisconsin se gostaria mesmo de retornar à luta.

Os minutos finais apenas serviram para mostrar quão duro é Hooker. Barboza castigou a região do abdômen de Dan com socos e, sobretudo, com caneladas e joelhadas. Mas foi um gancho bem no estômago, gota d'água em um processo profundo de desgaste físico, que fez o 'Hangman' desistir.

Na luta anterior, sem a mesma mobilidade dos tempos de peso-mosca (57 kg), Sergio Pettis, agora galo (61 kg), foi alvo fácil para os jabs e diretos de Rob Font, que encontrou muita facilidade para atingir o irmão mais novo do ex campeão peso-leve (70 kg) Anthony Pettis. Desde o princípio do duelo, Rob usou suas mãos rápidas para tocar com contundência o rival.

Font também parecia prever boa parte dos chutes de Sergio. Em vários momentos, ele segurou as pernas do rival e contragolpeou com socos velozes. Apesar do altíssimo volume de golpes, Pettis, de apenas 25 anos, resistiu aos socos e não freou seu ímpeto por mais de dois assaltos. No entanto, quando foi levado ao chão, já nos minutos derradeiros do combate, o ex-peso-mosca mostrou toda a sua frustração, passando mais de um minuto encolhido, tentando evitar que Rob o dominasse pelas costas.

Confira os resultados parciais do UFC Milwaukee:

Leve (70 kg) | Edson Barboza venceu Dan Hooker por nocaute (soco) a 2min19s do terceiro round
Galo (61 kg) | Rob Font venceu Sergio Pettis por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)
Leve (70 kg) | Charles 'Do Bronx' venceu Jim Miller por finalização (mata-leão) a 1min15s do primeiro round
Meio-médio (77 kg) | Zak Ottow venceu Dwight Grant por decisão dividida (28-29, 29-28, 29-28)
Leve (70 kg) | Drakkar Klose venceu Bobby Green por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Leve (70 kg) | Joaquim 'Netto BJJ' Silva venceu Jared Gordon por nocaute (socos) a 2min39 do terceiro round
Médio (84 kg) | Jack Hermansson venceu Gerald Meerschaert por finalização (guilhotina) a 4min25s do primeiro round
Médio (84 kg) | Zak Cummings venceu Trevor Smith por decisão unãnime (29-28, 29-28, 29-28)
Pena (66 kg) | Dan Ige venceu Jordan Griffin por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)
Meio-pesado (93 kg) | Mike Rodriguez venceu Adam Milstead por nocaute técnico (joelhada no abdômen e socos) a 2min59s do primeiro round
Pesado | Juan Adams venceu Chris de la Rocha por nocaute técnico (socos) a 58s do terceiro round

MMA