PUBLICIDADE
Topo

Arsenal

Arsenal anuncia a saída do espanhol Raúl Sanllehi, diretor de futebol

Raül Sanllehí, diretor do Barcelona, em jogo entre Palmeiras e América-MG, em 2016 - Reprodução
Raül Sanllehí, diretor do Barcelona, em jogo entre Palmeiras e América-MG, em 2016 Imagem: Reprodução

15/08/2020 14h43

Londres, 15 Ago 2020 (AFP) - O clube inglês Arsenal anunciou a saída de seu diretor de futebol, o espanhol Raúl Sanllehi, cujo cargo agora é ocupado pelo CEO Vinai Venkatesham, enquanto o clube realiza uma auditoria sobre sua recente política de transferências, segundo a imprensa local.

"Raúl deu uma grande contribuição durante o tempo que passou conosco e sempre fará parte da família do Arsenal", informaram os proprietários do clube, Stan e Josh Kroenke. "Estou orgulhoso e feliz com a contribuição que dei nos últimos três anos", escreveu o espanhol em comunicado.

Mas esta mudança no organograma parece um castigo para Sanllehi, depois que o site ESPN noticiou na sexta-feira uma "investigação interna" lançada pelo clube inglês sobre a transferência de Nicolas Pépé, que chegou há um ano de Lille.

O jogador de 25 anos teve uma primeira temporada abaixo do esperado em Londres, apesar de seus 8 gols e 10 passes. Mas os 80 milhões de euros pagos por sua contratação são vistos hoje como um valor desproporcional em relação ao valor de mercado do atacante.

Sanllehi chegou ao Arsenal em 2018, depois de passar 10 anos como diretor de futebol no FC Barcelona, mas as contratações feitas pelo clube, com exceção de Pierre-Emerick Aubameyang ou Bernd Leno, foram decepcionantes.

Entre elas a chegada de Unai Emery como treinador em 2018, substituído por Mikel Arteta em dezembro passado, embora parte da responsabilidade recaia sobre Sven Mislintat, ex-gerente de contratações do clube.

Torcedores estão preocupados com a política de transferências do clube, culpando os dirigentes por sua proximidade com o influente agente Kia Joorabchian.

Arsenal