PUBLICIDADE
Topo

"Não vou especular", diz Setién sobre rumor de saída de Messi do Barça

Quique Setién durante treino do Barcelona - Divulgação/Barcelona
Quique Setién durante treino do Barcelona Imagem: Divulgação/Barcelona

04/07/2020 10h48

"Não ficarei especulando sobre isso, não falei com ele, não tenho conhecimento de que ele tenha dito algo", afirmou neste sábado o técnico do Barcelona, Quique Setién, ao comentar as informações da imprensa espanhola de que o craque Lionel Messi poderia deixar o clube em 2021.

A rádio espanhol 'Cadena Ser' afirmou na quinta-feira que Messi estaria considerando deixar o Barcelona no ano que vem.

"Eu o vejo bem, o resto são especulações. Conversamos sobre o que tinha que conversar e só", continuou o técnico, na véspera da partida do Barcelona contra o Villarreal, pelo Campeonato Espanhol.

"Neste momento, Messi paralisou a renovação de contrato com o Barça que tinha começado, estava no bom caminho, com sintonia entre ambas as partes, mas após os últimos acontecimentos Messi está reconsiderando tudo", garantiu a rádio 'Cadena Ser', referindo-se aos desempenho decepcionante da equipe nos últimos jogos.

"A ideia do argentino agora é concluir estas cinco partidas, jogar a próxima temporada e ir embora, é isso que está na cabeça de Leo Messi neste momento, abandonar o Barcelona", completou.

Setién também falou sobre outra polêmica da semana, a situação do francês Antoine Griezmann, um substituto de luxo no empate de 2 a 2 com o Atlético de Madrid, entrando em campo a cinco minutos para o fim do jogo.

"Ele está bem, já troquei algumas palavras com ele. É um grande profissional. Ele consegue entender a situação porque já a viveu antes. É profissional e um garoto extraordinário. Isso não vai afetá-lo porque é muito positivo", analisou Setién ao falar do atacante francês.

"Eu conversei sobre hierarquias, mas não conversamos sobre ser intocável. Griezmann é um grande jogador e importante para a equipe. Quando ele joga, vocês (imprensa) me perguntam por Ansu Fati e vice-versa", continuou.

"Todos não podem jogar. Não sou teimoso, tenho noção da hierarquia, mas num clube como o Barça, onde há tantos talentos, não todos vão poder jogar", concluiu.

O Barcelona, quatro pontos atrás do líder Real Madrid, visita o Villarreal pela 34ª rodada do Campeonato espanhol no domingo.

Barcelona