PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Silvio Luiz se sente livre no streaming: "Na TV aberta precisa ter cuidado"

Silvio Luiz começou a carreira na Record, há 50 anos, e hoje retornou à emissora para narrar no digital - Record
Silvio Luiz começou a carreira na Record, há 50 anos, e hoje retornou à emissora para narrar no digital Imagem: Record

Beatriz Cesarini

Do UOL, em São Paulo

27/03/2022 04h00

Aos 87 anos de idade, Silvio Luiz voltou às narrações de um jeito diferente: no mundo digital. Desde o início do Campeonato Paulista deste ano, o experiente locutor comanda as transmissões da TV Record nas plataformas digitais, como o site da emissores e o canal no YouTube, ao lado dos humoristas Marcos Chiesa, o Bola, e Márvio Lúcio, o Carioca.

Em conversa com o UOL Esporte, Silvio disseque não liga para críticas e explicou a diferença de narrar na TV aberta e em plataformas digitais. Segundo o locutor que começou a carreira na Record há 50 anos, o streaming acaba oferecendo liberdade aos profissionais e a ideia da emissora, ao escalar essa equipe, é justamente propor algo mais leve e com bom humor para engajar um público diferente.

Ainda estamos tentando encontrar a linguagem ideal, mas já demos um grande passo: o de nos reinventarmos. Pergunto para quem conheço: 'O que está achando?'. Assim, vamos encontrando o caminho e acho que estamos muito próximo do ideal"

Silvio Luiz

Silvio Luiz ao lado de Carioca (e) e Bola (d) - Reprodução - Reprodução
Silvio Luiz ao lado de Carioca (e) e Bola (d)
Imagem: Reprodução

Bola e Carioca estão ao lado de Silvio Luiz nas transmissões. Ambos fizeram sucesso e também foram protagonistas de polêmicas no programa "Pânico". Apesar disso, o narrador celebrou o fato de ter a dupla ao lado, destacou a autonomia para falar sobre temas diversos no mundo digital e contou que já ouviu pedidos para retornar à TV com esse formato.

"A quem eu pergunto se estão gostando, até questionam. Perguntam por que a gente não faz essas transmissões na TV aberta. A faixa etária é muito diferente, moderna e antiga. Depende... Futebol na TV é legendar a imagem, o que muita gente não entendeu até hoje. Como futebol é uma diversão, nada mais fácil [usar] o humor na transmissão. Na TV aberta, é preciso ter cuidado, na fechada já dá um pouco mais de liberdade e no streaming, então, a gente fica liberado, mas nem tanto", ponderou.

O público que acompanha Silvio, Bola e Carioca nas transmissões é, majoritariamente, jovem. Mesmo assim, quase todos já conhecem Silvio Luiz. O narrador conta que alguns vídeos com seus bordões, como o "Olho no lance", viralizaram na internet. E a garotada também lembra bastante da época que ele era a principal voz do jogo PES (hoje EFootball). "Eles vêm de geração e das gravações do PES, que fiz por 5 anos, dos arquivos que estão na internet. Estão curtindo as transmissões. Acho que o mundo digital é um caminho sem volta e tem tudo para melhorar", concluiu.

UOL Esporte vê TV