PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Gol irregular? Nadine Basttos alerta para suposta invasão de Deyverson

Suposta invasão de campo de Deyverson gerou discussão sobre possível irregularidade em gol do Palmeiras contra o Atlético-MG - Reprodução/SBT
Suposta invasão de campo de Deyverson gerou discussão sobre possível irregularidade em gol do Palmeiras contra o Atlético-MG Imagem: Reprodução/SBT

Do UOL, em São Paulo

29/09/2021 00h44

Nadine Basttos, comentarista de arbitragem do SBT, alertou para uma possível irregularidade no gol que garantiu a classificação do Palmeiras para a final da Libertadores. O Alviverde empatou por 1 a 1 com o Atlético-MG no Mineirão e avançou à decisão.

O motivo da irregularidade seria uma "invasão" de Deyverson durante o lance que terminou com a finalização de Dudu. O atacante, que estava no banco de reservas, entrou no campo de jogo quando seu time construía o ataque.

"O Deyverson já está dentro de campo, o que é uma invasão de alguém que está relacionado. No texto da regra diz que não poderia ter um jogador a mais ou que o técnico não poderia estar em campo, a regra diz que é tiro livre indireto", avaliou Nadine.

"Textualmente o gol seria anulado. Mas será que isso teria interferência no jogo? Seria justo anular um gol por essa invasão? Ele invade realmente bem antes de a bola entrar. Isso está sendo questionado, é algo que tem que ser discutido", completou.

Nas redes sociais, o lance também gerou discussão. Diversos torcedores apontaram a irregularidade devido à invasão de Deyverson, mas o lance divide opiniões.

Polêmica à parte, o Palmeiras agora aguarda o vencedor de Flamengo e Barcelona-EQU. O Rubro-Negro abriu 2 a 0 no jogo de ida e vai decidir a classificação no Equador.

O que diz a regra?

9. Gol marcado com pessoa extra no campo de jogo

Se, após a marcação de um gol e antes de o jogo ser reiniciado, o árbitro perceber que uma pessoa extra se encontrava dentro do campo no momento em que o gol foi marcado:

O árbitro deve invalidar o gol se a pessoa extra era:

  • jogador, jogador substituto, jogador substituído ou jogador expulso ou oficial da equipe que marcou o gol. O jogo deve ser reiniciado com um tiro livre direto, executado do local em que a pessoa extra estava;
  • agente externo que interferiu no jogo, a menos que o gol haja sido marcado de acordo com a situação descrita em "pessoas extras no campo de jogo". O jogo deve ser reiniciado com bola ao chão.

  • O árbitro deve validar o gol se a pessoa extra era:
  • jogador, jogador substituto, jogador substituído, jogador expulso ou oficial da equipe que sofreu o gol;
  • agente externo que não interferiu no jogo.


Em todos os casos, o árbitro deve ordenar a saída da pessoa extra do campo de jogo.

Se, após a marcação de um gol e após o jogo haver sido reiniciado, o árbitro perceber que uma pessoa extra estava em campo no momento em que o gol foi marcado, o gol não pode ser invalidado.

Se a pessoa extra ainda continuar no campo de jogo, o árbitro deve:

  • interromper o jogo;
  • ordenar a saída da pessoa extra;
  • reiniciar o jogo com um bola ao chão ou com um tiro livre, conforme seja apropriado.

(Trecho do livro de regras disponibilizado pela CBF)

UOL Esporte vê TV