PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Pedrinho critica entrevista de Luciano após eliminação do SPFC

O ex-jogador Pedrinho será comentarista do Grupo Globo - reprodução/ESPN Brasil
O ex-jogador Pedrinho será comentarista do Grupo Globo Imagem: reprodução/ESPN Brasil

Do UOL, em São Paulo

16/09/2021 19h37

O ex-jogador Pedrinho comentou as falas de Luciano logo após o apito final da partida entre São Paulo e Fortaleza. Eliminado da Copa do Brasil, o atacante disse que o clube paulista não poderia tomar três gols do adversário, como aconteceu.

"A entrevista do Luciano, ela diz muito do que ainda é nossa característica como futebol. "Ah, o SPFC, com todo respeito ao Fortaleza, não pode tomar três". Pode sim. Não estamos falando de história, tradição, ou títulos. Estamos falando de bola. O Fortaleza, mesmo com algumas dificuldades que teve no Brasileirão, joga mais bola que o SPFC, não só mais do que o SPFC, mais do que outros clubes gigantescos", começou por dizer.

Ainda no assunto, durante o 'Troca de Passes', do SporTV, o atual comentarista disse que os atletas e torcedores precisam de desprender de questões históricas para fazer suas análises.

"Diversos outros podem tomar três, ou mais do Fortaleza, que joga mais bola. Nós estamos presos a coisas históricas. O torcedor acha que não pode perder por isso, mas pode", finalizou.

O placar agregado entre São Paulo e Fortaleza ficou em 5 a 3 para o Leão do Pici, que garantiu a vaga inédita na semifinal da Copa do Brasil. O adversário da vez será o Atlético-MG.

O que disse Luciano?

"É difícil chegar aqui e tentar dar uma explicação. Ao meu ver, o que a gente jogou aqui não é um time que quer ser campeão, não é um time que quer brigar por nada. Todo mundo sabe que a gente pode jogar mais, render mais com a camisa do São Paulo", disse ele ao 'SporTV', que completou:

"Com todo respeito ao Fortaleza, a gente não pode vir aqui e tomar três gols deles, a gente é o São Paulo. É resolver internamente, junto com a comissão porque estamos sempre juntos na vitória e na derrota. Temos que melhorar bastante coisa."

UOL Esporte vê TV