PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Pet revela papo que fez Fla virar jogo decisivo e garantir a taça em 2009

Petkovic, em participação no Seleção SporTV - Reprodução/SporTV
Petkovic, em participação no Seleção SporTV Imagem: Reprodução/SporTV

Do UOL, em São Paulo

25/02/2021 14h18

O Campeonato Brasileiro será decidido na noite de hoje. Enquanto Flamengo e São Paulo duelam no Morumbi, o Internacional recebe o Corinthians no Beira-Rio, às 21h30.

O Colorado precisa da vitória e ainda terá que torcer por um tropeço dos cariocas para conquistar o título que não vem há 42 anos. Já o Flamengo depende apenas de si para levar o bicampeonato.

Comentarista do Grupo Globo, Petkovic relembrou o clima que antecedeu a partida derradeira da edição de 2009. Na ocasião, o Flamengo precisava vencer para sagrar-se hexacampeão brasileiro.

"Sabíamos que não poderíamos deixar aquela oportunidade passar. Por tudo que o time tinha feito, chegar onde chegamos, a gente tinha que conquistar aquele título. O pensamento era de que ninguém poderia tirar o nosso título. Mas essa confiança se transformou em passividade quando iniciou a partida. E fomos penalizados. Sofremos o primeiro gol e por uns 30 minutos o Inter era campeão com aquele resultado. Empatamos pouco depois, mas o empate não era suficiente. Precisávamos vencer aquele jogo", relembrou Petkovic.

O comentarista revelou na edição de hoje do 'Seleção Sportv' o tom da conversa no vestiário para reverter o placar e conquistar o improvável título daquela temporada.

"No intervalo, a conversa no vestiário já foi diferente. Foi de cobrança, de reforçar o que estava em jogo. Precisávamos fazer acontecer. Ronaldo Angelim foi o premiado com o gol do título. Me lembro que saí dando cambalhota depois do escanteio que eu bati para ele cabecear", finalizou.

O roteiro das temporadas de 2009 e 2020 são parecidos. O Flamengo assumiu a liderança na penúltima e precisa da vitória na última rodada para levar o título para casa e acabar com o sonho de conquista dos gaúchos.

UOL Esporte vê TV