PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Ana Thaís vê derrota do Palmeiras como retrato de futebol brasileiro frágil

Ana Thaís Matos, comentarista do Grupo Globo - Reprodução/Instagram
Ana Thaís Matos, comentarista do Grupo Globo Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

07/02/2021 18h38

Comentarista do Grupo Globo, Ana Thaís Matos avaliou que a derrota do Palmeiras por 1 a 0 para o Tigres, do México, na semifinal do Mundial de Clubes, retrata o momento de fragilidade do futebol brasileiro. Para a jornalista, as equipes brasileiras têm encontrado dificuldade em embates internacionais recentemente.

Na opinião de Ana Thaís Matos, o Palmeiras não jogou abaixo de seu potencial. Citando fatores como o desgaste da temporada, a força do elenco e a dificuldade imposta pelo aniversário, a comentarista avaliou que o time fez o que pôde diante dos mexicanos.

"O jogo de hoje diz muito sobre a fragilidade do futebol brasileiro. Goleiros brasileiros costumam se destacar em mundiais e não foi diferente com o Weverton, que evitou uma goleada. (...)O Palmeiras fez o que dava para fazer. E isso diz muito sobre essa reta final. Não foi necessariamente um dia infeliz do Palmeiras. Dentro do que dava para fazer, o Palmeiras jogou, com o desgaste, a formação de elenco..", disse Ana Thaís em participação no Troca de Passes, do SporTV, hoje.

Ana Thaís Matos elogiou a atuação de Gignac. Na opinião da jornalista, o atacante francês autor do gol que definiu o resultado, "colocou o jogo no bolso".

"O Palmeiras não jogou abaixo. Jogou o que dava para jogar, dentro da realidade do futebol brasileiro. O Tigres não é muito superior, não encantou, mas é um time competitivo, com um atacante que faz muita diferença, que é o Gignac. Ele pôs o jogo no bolso de todas as formas", complementou.

UOL Esporte vê TV