PUBLICIDADE
Topo

Vasco

Luxemburgo comenta sobre polêmica de 'trabalhar de graça' no Vasco

Técnico Vanderlei Luxemburgo durante sua apresentação exibida pela Vasco TV - Reprodução / Vasco TV
Técnico Vanderlei Luxemburgo durante sua apresentação exibida pela Vasco TV Imagem: Reprodução / Vasco TV

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/01/2021 00h33

Vanderlei Luxemburgo foi um dos convidados do Arena SBT de hoje. Durante a conversa, o mais novo treinador do Vasco comentou sobre alguns rumores de que trabalharia de graça no clube de São Januário. Logo, o comandante fez questão de esclarecer os boatos.

"Sobre pagamento, tenho até 24 de fevereiro para ficar na primeira divisão, não tem porque eu receber um mês de salário e não pensar no objetivo. Eu não vou trabalhar de graça. Eu vou ser premiado se ficar na série A. Não vejo eu ganhar um dinheiro e não alcançar o objetivo. Quero ajudar o Vasco nisso", disse ele, que completou sobre seu contrato:

"Eu fiz um contrato de 12 jogos e acreditando que vou seguir na primeira divisão. Ficando, eu vou discutir sobre o cenário. Nunca trabalhei em uma segunda divisão. Vou fazer um campeonato a parte, onde quero pensar na primeira divisão."

Por fim, Luxemburgo comentou o que o levou aceitar a proposta feito pelo clube carioca, o qual tem um grande apreço, afinal, afirmou ter muita gratidão por ter sido seu primeiro local de trabalho e por ter ajudado a o trazer de volta para o cenário futebolístico em 2019.

"Para quem não conhece minha história, eu comecei no Vasco como assistente do Lopes. O Vasco me deu oportunidade de trabalhar e eu comecei minha carreira. Essa volta no ano passado, foi oportunidade de mostrar minha competência e qualidade, logo, foi para o Palmeiras. O meu momento de vida, profissional, toda minha história, permite que eu tome essa decisão. Mas, neste momento eu vou dar ao Vasco meu conhecimento e ajudar pelo que fizeram por mim. Colaborar com o Vasco e tentar manter na primeira divisão. São 12 jogos e temos condições", finalizou.

Vasco