PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Surto de covid atinge narrador, assusta Globo e pode mudar programação

Luiz Carlos Jr, narrador dos canais Globo, postou foto após ser infectado pela covid - Reprodução/Sportv
Luiz Carlos Jr, narrador dos canais Globo, postou foto após ser infectado pela covid Imagem: Reprodução/Sportv

Gabriel Vaquer

Do UOL, em Aracaju

01/12/2020 04h00Atualizada em 02/12/2020 09h45

O Esporte da Globo vive um surto de casos do novo coronavírus. Da sexta-feira (27) até o fechamento desta reportagem hoje, três profissionais de vídeo testaram positivo: o narrador Luiz Carlos Jr e os repórteres André Hernan e José Renato Ambrósio - o primeiro sofreu ainda com uma pneumonia em decorrência da covid-19. Outros nomes que não aparecem na telinha também foram infectados.

Após a publicação da reportagem, Luiz Carlos falou pela primeira vez sobre o tema e deu detalhes da infecção: "Diário da covid - ela trouxe pneumonia, muito carinho, afeto e cinco dias sem fazer a barba. Estou bem e me cuidando muito. Se cuidem aí fora, por favor".

Assintomático, Hernan também comentou o momento em postagem nas redes sociais.: " Quero agradecer as mensagens que tenho recebido e aproveito pra pedir: Temos que redobrar os cuidados, gente! A pandemia não acabou. O vírus está perto, basta ver quantas pessoas próximas a você estão contaminadas... Vamos, na medida do possível, nos cuidar e cuidar de quem a gente ama".

Assustada nos bastidores, a Globo promete reforçar os protocolos.Segundo apurou a reportagem do UOL Esporte, com os resultados positivos de talentos e de outros nomes que atuam fora do ar, o departamento acumula um total de 82 casos desde o início da pandemia. A última semana representou o período de maior número de casos positivos no esporte da emissora desde março.

O maior número de casos está no Rio de Janeiro, com 63 casos. São 15 em São Paulo, dois em Recife e Belo Horizonte, e um em Brasília. A boa notícia é que cinco pessoas se curaram e voltaram ontem ao trabalho. Um profissional, que atua nos bastidores, está internado. Porém ele não corre risco de morte.

Em função da disparada, a Globo teve uma reunião nesta segunda (30) para discutir o assunto e estudar possíveis novas medidas para frear o contágio. Tanto em São Paulo como no Rio, existe um medo crescente, principalmente para quem precisa estar nas redações quase que diariamente. A cúpula esportiva do canal não descarta tirar outros programas do ar e reduzir ainda mais a circulação na redação - especialmente instalação na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, a principal do grupo.

A Globo prometeu reforçar todos os seus protocolos de segurança, como distanciamento obrigatório na redação, mais nomes trabalhando de casa em relação a este novembro, estúdios com o mínimo de pessoas possível e cabines de jogos com separação ainda maior, além do acrílico de vidro já instalado.

Outro ponto é a conscientização. A emissora pediu para os profissionais que precisam trabalhar presencialmente com frequência e não foram acometidos pela doença para que só saiam em casos extremos, para que os jogos ao vivo possam ocorrer normalmente e sem sobrecarga de nomes.

Na noite de ontem, logo após a reunião ter terminado, o executivo Renato Ribeiro, número 1 do Esporte da Globo, enviou um comunicado interno detalhando a situação. Ribeiro reforçou que a Globo tem visto de perto tudo e que está de olho nos acontecimentos.

Narrador substituto faz jornada dupla

Entre pessoas que trabalham no vídeo, testaram positivo nas últimas semanas André Hernan, Luiz Carlos Jr e José Renato Ambrósio. O caso que mais chamou a atenção internamente foi do narrador. Luiz testou positivo no sábado (28) e teve de ser substituído às pressas em Atlético Goianiense x Internacional. Quem o substituiu foi Júlio Oliveira, que horas antes, tinha comandado CSA x Ponte Preta pela Série B.

Com isso, um fato raríssimo aconteceu no Esporte da Globo: num espaço de seis horas, Júlio Oliveira narrou dois jogos. Também escalado inicialmente para Fluminense x Bragantino ontem (30), Luiz Carlos Jr foi substituído por Daniel Pereira, que faria originalmente Vasco x Ceará - no lugar de Dan Dan, Bruno Fonseca foi chamado.

Procurada pela reportagem, a Globo não falou especificamente sobre o aumento de casos na redação e atribuiu as mudanças à nova onda de contaminação no RIo. "Com o aumento expressivo de casos de covid-19 no Rio de Janeiro, o Esporte da Globo optou pela suspensão temporária do 'SporTV News Manhã' e do 'Globo Esporte Brasil' para diminuir o número de profissionais circulando na redação. Todas as medidas de segurança adotadas desde o início da pandemia continuam em vigor", disse o comunicado.

Confia a carta distribuída internamente na íntegra:

"Caros, no fim de semana, tivemos a confirmação de mais dois casos na nossa equipe do Rio de Janeiro. Ambos estão bem, com sintomas leves. São 82 casos no Esporte (sendo duas reinfecções): 63 no Rio de Janeiro, 15 em SP, dois em BH, um no Recife e um em Brasília. Desses 82 casos, 12 estavam em home-office; três pessoas estavam de férias; oito estavam cedidas ao Jornalismo e 59 trabalhavam presencialmente. Hoje, cinco pessoas se curaram e estão de volta ao trabaho. Até agora, 48 pessoas já retornaram às atividades. Nos últimos três dias, seis pessoas que estavam com sintomas testaram negativo. Desde o início da pandemia, 152 profissionais do Esporte testaram negativo. Nosso colega que está internado passa bem e não corre nenhum risco. Em breve, estará conosco"

UOL Esporte vê TV