PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Marcelo zoa repórter e finge problema técnico: 'Tá me ouvindo?'

Marcelo, do Real Madrid, brinca com repórter do Esporte Interativo - Reprodução/Instagram
Marcelo, do Real Madrid, brinca com repórter do Esporte Interativo Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/10/2020 09h43

Lateral do Real Madrid, Marcelo tirou uma onda com a repórter Tatiana Mantovani, do Esporte Interativo. Durante entrevista, o jogador simulou um problema com o áudio e caiu na risada.

Marcelo, a princípio, disse não estar ouvindo a repórter. Na sequência, ficou mexendo a boca sem emitir nenhum som. Ao notar a preocupação da repórter, o jogador, gargalhando, revelou a farsa.

"Tá me ouvindo?", perguntou Marcelo.

"Tu tá me ouvindo muito baixo?", rebateu a jornalista que, na sequência, acompanhou a atuação do lateral brasileiro. "Cara não tem nenhuma condição. Tu tá me ouvindo ou não tá me ouvindo?"

"Tô, tô ouvindo", admitiu o jogador merengue.

O Real Madrid estreia amanhã na Liga dos Campeões contra o Shakhtar Donestsk. O time espanhol não deve contar com o zagueiro Sergio Ramos, com um problema no joelho esquerdo.

Foco no título e conselho de CR7

Prestes a disputar mais uma Liga dos Campeões, Marcelo não escondeu o desejo de voltar a erguer uma orelhuda. O time merengue não conquista a principal competição europeia desde o tricampeonato em 2018.

"Eu tive muita sorte de poder jogar e ganhar a Champions. Quando eu ganhei a primeira, meu sonho passou a ser ganhar a próxima. E continuo assim. Tenho a sorte de continuar jogando e quero voltar a ganhar", falou Marcelo ao EI.

Com 32 anos, o brasileiro não pensa em pendurar as chuteiras. Recordando um conselho de Cristiano Ronaldo, seu antigo parceiro de Real Madrid, o lateral não descartou disputar mais uma Copa do Mundo.

"Faltam dois anos para a Copa do Mundo, eu vou estar com 34. A idade é só um número. O CR7 falava isso para mim todo dia. Eu me preparo todos os dias, tento melhorar sempre para as novas etapas da minha vida. Estou sempre aprendendo para não ficar para trás. Em dois anos podem acontecer muitas coisas, então estou tranquilo", afirmou.

"Eu jogo futebol pela paixão que eu tenho. Aprendi a jogar descalço na rua e fui evoluindo. Nada mudou em relação à alegria de jogar. Eu quero fazer as pessoas felizes, minha família. Isso me motiva. Jogar bola é o que me motiva. Não cansei ainda. Quando eu canso, eu durmo. No outro dia, estou bem", completou.

UOL Esporte vê TV