PUBLICIDADE
Topo

SporTV aproveita "febre Jordan" e reprisará jogos do Dream Team de 1992

Michael Jordan enterra em partida dos Jogos Olímpicos de Barcelona, em 1992 - Susan Ragan/AP
Michael Jordan enterra em partida dos Jogos Olímpicos de Barcelona, em 1992 Imagem: Susan Ragan/AP

Gabriel Vaquer

Colaboração para o UOL, em, Aracaju

23/05/2020 04h00

Aproveitando o grande sucesso do documentário "The Last Dance", da Netflix, que conta a história de Michael Jordan como jogador de basquete e seus bastidores, o SporTV 2 começará a reprisar a partir do próximo domingo (24) os jogos do Dream Team dos Estados Unidos nas Olimpíadas de Barcelona, disputada no ano de 1992. As transmissões contarão com narração da época.

Além de Michael Jordan, que era o principal nome daquela seleção que é considerada a mais história do basquete mundial, outras grandes estrelas como Magic Johnson, Lary Bird, Scottie Pippen, Charles Barkley, Karl Malone, John Stockton, David Robinson, Patrick Ewing, Chris Mullin, Clyde Drexler e Christian Laettner faziam parte do elenco que assombrou o mundo na Espanha.

Essa seleção estelar só foi possível por fatos acontecidos anos antes. Pela primeira vez, jogadores profissionais foram autorizados para participar de torneios de seleções. Antes, apenas jogadores universitários eram convocados, e isso fez os EUA amargar algumas vergonhas. Nos Jogos Olímpicos de 1988 e no Mundial de Basquete de 1990, os americanos amargaram apenas uma medalha de bronze, inaceitável para a nação que tem a liga de basquete mais importante do mundo.

As partidas vão ser exibidas sempre no mesmo horário, entre domingo e quarta, a partir das 22h30 - com exceção da final, que vai ao ar um pouco mais tarde. No domingo, o jogo que será exibido será entre EUA e Croácia, ainda na primeira fase, mas considerado uma prévia da grande final olímpica daquele ano.

Na segunda, um jogo histórico também para os brasileiros: EUA e Brasil, que se enfrentaram naquele ano com Oscar na quadra. O Brasil perdeu o jogo por 127 a 83, mas o Mão Santa, maior ídolo do basquete nacional, teve uma exibição de gala, que impressionou até os dias de hoje, fazendo 24 pontos e dando 10 assistências.

Já na terça, as quartas de final contra Porto Rico é a atração da vez. A partida é considerada a melhor da seleção americana, que atropelou os porto-riquenhos com um placar de 115 a 77. A partida tem inúmeras jogadas históricas de Michael Jordan, que foi considerado o melhor em quadra naquele dia.

Por fim, na quarta, a grande final olímpica será a reprise da vez, em uma partida novamente contra a Croácia. Michael Jordan foi o cestinha daquele jogo, com 22 pontos e comandou a seleção em uma de suas maiores atuações na carreira. O jogo será exibido no SporTV 2 a partir das 23h.

UOL Esporte vê TV