PUBLICIDADE
Topo

Medalha de Rebeca é 32º ouro do Brasil em Jogos; veja todos os campeões olímpicos do país

Ricardo Bufolin/CBG
Imagem: Ricardo Bufolin/CBG

01/08/2021 10h02

Ao longo das últimas décadas, Brasil já subiu no topo do pódio em 12 esportes.

Rebeca Andrade fez história neste domingo ao ganhar o ouro olímpico no salto na ginástica artística feminina. A brasileira teve média de 15,083 pontos na disputa, a única entre as competidoras a conseguir ficar acima de 15,000. A americana Mykayla Skinner conquistou a prata (14,916). O bronze ficou com a sul-coreana Seojeong Yeo (14,733).

Foi a segunda medalha de ouro que o Brasil conquistou na Olimpíada de Tóquio 2021. Na terça-feira (27/07), o potiguar Ítalo Ferreira também fez história ao ganhar o ouro olímpico no surfe masculino.

A medalha dele não foi apenas a primeira do Brasil nesses Jogos - ela foi também a primeira da história da competição em Olimpíadas, já que o surfe fez em Tóquio a sua estreia olímpica.

De origem humilde, Ferreira começou surfando na tampa do isopor usado pelo pai para guardar os peixes que eram vendidos a restaurantes da praia em Baía Formosa (RN), onde o surfista mora até hoje.

Ítalo Ferreira, campeão olímpico do surfe - Jonne Roriz/COB - Jonne Roriz/COB
Ítalo Ferreira, campeão olímpico do surfe
Imagem: Jonne Roriz/COB

Com Rebeca e Ítalo, o Brasil chega a 32 medalhas de ouro em Jogos Olímpicos. Em 125 anos de era moderna das Olimpíadas, a trajetória do país no topo do pódio é recente.

A primeira medalha de ouro foi conquistada nos primeiros jogos olímpicos em que houve participação de atletas brasileiros, em 1920 na Antuérpia (Bélgica). O atirador do exército brasileiro Guilherme Paraense (1884-1968) conquistou o ouro na pistola rápida (o Brasil também conquistou uma prata, com Afrânio Costa, e um bronze, com Paraense).

Ao longo dos primeiros 84 anos de Jogos Olímpicos, o Brasil teve apenas três ouros. Além de Paraense, o paulista Adhemar Ferreira da Silva foi bicampeão olímpico no salto triplo em Helsinque 1952 (onde bateu o recorde mundial) e Melbourne 1956.

Depois disso, o Brasil só foi subir ao topo do pódio olímpico novamente em Moscou 1980. Foram duas medalhas de ouro na vela, esporte que mais rendeu ouros ao país na história: sete.

Desde então, o Brasil só não conquistou medalhas de ouro em uma edição dos Jogos, em Sydney 2000. O recorde de medalhas de ouro aconteceu em casa, na Rio 2016, quando foram obtidas sete medalhas.

Com o ouro de Ítalo Ferreira na terça-feira, o Brasil chega a 12 esportes onde subiu no topo do pódio. Os esportes onde o Brasil conquistou suas medalhas são: vela (sete), atletismo (cinco), vôlei (cinco), judô (quatro), vôlei de praia (três), ginástica (duas), natação, boxe, tiro, surfe, futebol e hipismo (uma em cada).

Confira abaixo todos os campeões olímpicos brasileiros:

1. 1920 Antuérpia: Guilherme Paraense - tiro, modalidade pistola rápida

2. 1952 Helsinque: Adhemar Ferreira da Silva - salto triplo (recorde olímpico e mundial)

3. 1956 Melbourne: Adhemar Ferreira da Silva - salto triplo (bicampeão olímpico)

4. 1980 Moscou: Marcos Soares e Eduardo Penido - vela classe 470

5. 1980 Moscou: Lars Björkström e Alexandre Welter - vela classe tornado

6. 1984 Los Angeles: Joaquim Cruz - 800 metros rasos

7. 1988 Seul: Aurélio Miguel - judô meio-pesado

8. 1992 Barcelona: Equipe masculina de vôlei

9. 1992 Barcelona: Rogério Sampaio - judô até 65kg

10. 1996 Atlanta: Robert Scheidt - vela classe laser

11. 1996 Atlanta: Torben Grael e Marcelo Ferreira - vela classe star

12. 1996 Atlanta: Jacqueline Silva e Sandra Pires - vôlei de praia

13. 2004 Atenas: Rodrigo Pessoa - hipismo - salto individual

14. 2004 Atenas: Robert Scheidt - vela classe laser

15. 2004 Atenas: Marcelo Ferreira e Torben Grael - vela classe star

16. 2004 Atenas: Equipe masculina de vôlei

17. 2004 Atenas: Emanuel Rego e Ricardo Santos - vôlei de praia

18. 2008 Pequim: Maurren Maggi - salto em distância

19. 2008 Pequim: Cesar Cielo - natação 50 metros livre

20. 2008 Pequim: Equipe feminina de vôlei

21. 2012 Londres: Sarah Menezes - judô até 48kg

22. 2012 Londres: Arthur Zanetti - argolas

23. 2012 Londres: Equipe feminina de vôlei

24. 2016 Rio: Rafaela Silva - judô até 57kg

25. 2016 Rio: Thiago Braz - salto com vara

26. 2016 Rio: Robson Conceição - boxe peso leve

27. 2016 Rio: Martine Grael e Kahena Kunze - vela classe 49er FX

28. 2016 Rio: Alison Cerutti e Bruno Oscar Schmidt - vôlei de praia

29. 2016 Rio: Equipe masculina de futebol

30. 2016 Rio: Equipe masculina de vôlei

31. 2021 Tóquio: Ítalo Ferreira - surfe

32. 2021 Tóquio: Rebeca Andrade - salto na ginástica artística