PUBLICIDADE
Topo

Barros vibra com a prata no skate park e deixa receita para um país melhor

Felipe Pereira

Do UOL, em Tóquio (Japão)

05/08/2021 01h21

Com o termômetro marcando cerca de 33º C no Centro de Esportes Urbanos de Ariake, os brasileiros fizeram ferver a pista do skate park nas Olimpíadas de Tóquio. No início de madrugada desta quarta-feira (5), no Brasil, e meio da tarde no Japão, Luiz Francisco, Pedro Quintas e Pedro Barros representaram o país na final da modalidade. Contudo, apenas o último garantiu medalha. Aos 26 anos, o catarinense foi ao limite nas três apresentações e, assim como fizeram Rayssa Leal e Kelvin Hoefler no street, garantiu a prata.

"A gente vem lutando a nossa vida inteira. Estou rodeado por pessoas maravilhosas que lutaram para fazer da minha vida, uma vida melhor. Olha esta bandeira. O Brasil pode ser visto às vezes de cabeça para baixo, mas o skate park nas Olimpíadas e a minha história podem servir de exemplo para mostrar ao povo brasileiro que está nas nossas mãos construir um país melhor. Com amor, união e respeito, a gente consegue. A batalha pode ser dura, podemos cair várias vezes no chão, mas a missão é buscar um lugar melhor", destacou o agora medalhista olímpico ao SporTV.

A medalha de ouro ficou com o australiano Keegan Palmer, de 18 anos, que, logo na primeira volta alcançou nota 94.04. O bronze ficou com o norte-americano Cory Juneau com 84.13.

Confira as notas dos brasileiros na final do skate park:

- Pedro Barros - 86.14 / 73.50 / 22.99
- Luiz Francisco - 80.24 / 80.62 / 83.14
- Pedro Quintas - 4.35 / 35.54 / 38.47