PUBLICIDADE
Topo

Brasil perde para a Alemanha e está eliminado nas Olimpíadas

Felipe Borges, da seleção de handebol, em ação contra a Alemanha - Siphiwe Sibeko/Reuters
Felipe Borges, da seleção de handebol, em ação contra a Alemanha Imagem: Siphiwe Sibeko/Reuters

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/08/2021 09h00

O Brasil conheceu a quarta derrota no handebol masculino nas Olimpíadas de Tóquio. Neste domingo (1), diante da Alemanha, os brasileiros não conseguiram impor seu jogo, pararam na boa atuação do goleiro Bitter e perderam por 29 a 24. Com esse resultado a seleção brasileira está eliminada dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

O início da partida foi muito equilibrado, com as duas equipes se igualando no placar. Na defesa, o time brasileiro contou com uma ótima atuação do goleiro Ferrugem, mas aos 16 minutos ele sentiu o joelho e foi retirado da quadra de maca.

Foi nos últimos dez minutos que a Alemanha começou a gostar do jogo e impor um jogo mais físico, virando o placar. O Brasil ainda teve tempo de responder e desperdiçou algumas chances de terminar o primeiro tempo na frente.

A segunda etapa começou com os alemães impondo mais seu jogo e convertendo seus ataques. Por outro lado, o Brasil errou muito e parou no goleiro Bitter - que fez uma ótima partida.

Depois dos primeiros dez minutos, o Brasil buscou o jogo para tentar diminuir a vantagem alemã, sem sucesso. Os alemães contaram com um ataque certeiro e uma defesa inspirada.

Apesar das tentativas brasileiras, a Alemanha contou com uma atuação impecável de Bitter. Enquanto isso, o ataque dos europeus encaixou, e o Brasil se viu em desvantagem. Com a vitória alemã encaminhada, o time brasileiro ainda perdeu mais gols e não conseguiu diminuir a distância no placar.

Após a eliminação, o técnico Marcus Tata afirmou que a seleção brasileira fez uma ótima competição e conseguiu competir contra todos os adversários.

"Eu acho que temos que nos despedir de cabeça erguida. Sabíamos da dificuldade do grupo e que do nosso grupo podia sair o campeão, o vice e um semifinalista. Fizemos excelentes jogos. Hoje, mais uma vez, erramos nas finalizações em momento importante do jogo. Eles fizeram um belíssimo trabalho. Remontamos, tivemos problemas físicos, mas jogaram um excelente handebol mais uma vez. Estão de parabéns", disse o comandante ao SporTV.

O ponta Fábio Chiuffa seguiu a linha de Tata, ressaltou a boa olimpíada que seus companheiro fizeram e falou que está muito feliz com o desempenho da equipe.

"No final do primeiro tempo erramos umas bolas que deu a diferença de quatro gols, mas estou orgulhoso do nosso time, lutamos de igual para igual todo o momento, mas o time deles foi melhor, cometeram menos erros e eles ficaram com a vitória. Mas tô muito feliz com todos os meus companheiros", afirmou ao SporTV.

"Eu acho que passamos por um momento difícil, a gente ainda passa por isso porque handebol no Braisl é delicado, todos do nosso time jogam fora do Brasil, porque a liga nacional deixa a desejar. Espero que o time continue crescendo, nós estamos crescendo. Fizemos uma boa Olimpíadas, nosso grupo era dificilíssimo e conseguimos batalhar sempre até o final. Vida que segue, mas estou muito feliz com os meus companheiros e com o trabalho que foi feito aqui", acrescentou.