PUBLICIDADE
Topo

Formiga se emociona e diz: 'Luta agora vai ser fora das quatro linhas'

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/08/2021 00h56

Formiga compartilhou um vídeo com os seguidores e se emocionou ao falar sobre o desfecho nas Olimpíadas de Tóquio. Após a eliminação da seleção brasileira para o Canadá, a meio-campista deixou em aberto sua continuidade na equipe.

"A nossa luta agora vai ser fora das quatro linhas. Vamos continuar a nossa luta, a nossa caminhada em prol dessa modalidade que a gente tanto ama. A nossa luta vai se estender por muitos e muitos anos. Vou continuar jogando e quem sabe continuar contribuindo aqui dentro", começou por dizer.

Ainda no desabafo, Formiga alfinetou a Confederação Brasileira de Futebol: "CBF, não atrapalhe a nossa evolução. Ajude. Quem não gosta do futebol feminino aí dentro, se retira, deixa o caminho livre para quem gosta do que faz", disse ela.

"Não quero ver nenhuma menina mais passando por muitas coisas que eu passei aqui dentro. Apoie e não tire nada do que ganhamos até hoje", completou.

Atualmente, com 43 anos, a recém-contratada do São Paulo pode ter feito sua última participação em grandes competições defendendo o Brasil. Os próximos eventos são a Copa do Mundo de 2023, na Austrália e na Nova Zelândia, e as Olimpíadas de Paris em 2024. Formiga estará com 45 e 46 anos, respectivamente.

Na história

Nos últimos anos, Formiga entrou ainda mais para a história do futebol. Ela foi a única jogadora a participar de sete Copas do Mundo. Além disso, nas Olimpíadas, ela é a única que participa da modalidade desde que ela entrou para a grade olímpica. Ao todo, são sete Jogos Olímpicos em sua carreira.

Para as companheiras de equipe, a jogadora deixou claro que, independentemente do resultado, ficou muito satisfeita do que viu no Japão.

"Meninas, obrigada por esse tempo todo juntas e pela entrega de cada. Vou carregar todas aqui [bate no peito]. Este foi um trabalho muito bom. É uma das primeiras vezes que vi um grupo unido, não só para ganhar medalha, mas unido para buscar coisas, melhorias, não só na seleção, mas também nos clubes", disse ela.

"Continuem sonhando, não desistam. Em um futuro próximo o nosso dia vai chegar. O que vocês fizeram ontem foi algo maravilhoso. Lutamos até o fim", enfatizou.